Flu muda foco para enfrentar o Criciúma na Copa do Brasil

Após conquistar o título da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, o Fluminense volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quinta-feira, às 19h15(de Brasília), o time visita o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela partida de ida da terceira fase. Na próxima semana, as equipes vão se reencontrar no Rio de Janeiro.

Apesar de viver um clima festivo e enfrentar um rival que vem fazendo campanha bem irregular no Campeonato Catarinense, o Fluminense garante que o foco e a seriedade serão mantidos. O Tigre ficou apenas na quarta colocação no primeiro turno do Estadual de Santa Catarina.

O técnico Abel Braga quer ver seu time confiante, mas sem excesso de otimismo. Isto tem se refletido no discurso dos jogadores.

“Queremos conquistar muitos títulos esse ano e por isso mesmo estamos brigando em várias frentes. O Abel Braga tem conseguido colocar muito bem as questões envolvendo prioridades e tem jogado com aquilo que as competições acabam permitindo. Estamos avançando na Copa do Brasil, já nos garantimos nas semifinais do Campeonato Carioca e dependemos apenas da gente na Primeira Liga, onde defendemos inclusive o título. Portanto, esse começo tem sido bem proveitoso, mas estamos longe de acreditar que atingimos nossos objetivos. O ano ainda vai trazer muitos desafios e o próximo será esse difícil compromisso diante do Criciúma”, disse Henrique.

Para o duelo desta quinta-feira a estratégia é ser bem ofensivo. A tática deu certo quando o time eliminou o Sinop-MT por 3 a 1, na fase anterior, e na estreia, quando goleou o Globo-RN por 5 a 2. Já o Criciúma despachou o Altos-PI com grande dificuldade, nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo regulamentar.

“O jogo no Sul é sempre muito complicado, principalmente porque o Criciúma tem um bom time. Mas temos que adotar uma postura ofensiva para marcarmos gols e para deixarmos a classificação bem encaminhada. Não podemos ficar acuados em nosso campo esperando pela pressão do nosso adversário, pois isso seria pedir para sofrer gols”, disse o lateral-direito Lucas.

Para este compromisso, Abel Braga vai repetir a escalação que superou o Flamengo na final da Taça Guanabara. O desfalque certo continua por conta do meia Gustavo Scarpa, que se recupera de dores na perna direita.

Pelo lado do Criciúma, o técnico Deivid alertou seus jogadores sobre a importância de se jogar fechando espaços. Ele elogiou bastante o rival.

“Precisamos atacar e defender com o máximo de jogadores, pois o time do Fluminense faz muito bem a ocupação de espaços e conta com jogadores muito velozes, que podem decidir rapidamente a partida se nós permitirmos. Vamos precisar pressionar, mas com responsabilidade”, avisou Deivid.

O Criciúma não está definido. O goleiro Luiz, com dores na coxa esquerda, é dúvida. Se ele for vetado, Edson vestirá a camisa 1. O lateral-direito Maicon Silva foi vetado por conta de uma lesão de grau I no quadríceps da perna direita. Assim, Diego Matheus assume a posição.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA-SC X FLUMINENSE-RJ

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)

Data: 9 de março de 2017 (Quinta-feira)

Horário: 19h15(de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

CRICIÚMA: Luiz, Diego Matheus, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon; Barreto, Douglas Moreira, João Henrique (Alex Maranhão) e Caio Rangel; Jheymi e Pitibull

Técnico: Deivid

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Jefferson Orejuela, Pierre e Junior Sornoza; Richarlison, Wellington Silva e Henrique Dourado

Técnico: Abel Braga