Florentín dispara contra ausência de Renato Portaluppi: "Queria olhar na cara dele"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Flamengo
    Flamengo
  • Renato Gaúcho
    Futebolista brasileiro
SAO PAULO, BRAZIL - OCTOBER 25: Coach Gustavo Florentín of Sport Recife gestures during the match between Flamengo and Palmeiras as part of the Brasileirao 2021 at Allianz Parque on October 25, 2021 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Miguel Schincariol/Getty Images)
Treinador do Sport demonstrou descontentamento com atitude do ex-comandante do Fla em confronto contra o Grêmio. Foto: (Miguel Schincariol/Getty Images)

A demissão de Renato Portaluppi do comando do Flamengo após a derrota na final da Copa Libertadores da América para o Palmeiras deixou Gustavo Florentín, técnico do Sport Recife, com algo entalado na garganta. O paraguaio reclamou de não poder encontrar Renato no confronto entre os dois rubro-negros que disputam, até hoje, a conquista do Campeonato Brasileiro de 1987.

A razão para o descontentamento de Florentín seria a suposta 'entregada' do Flamengo, às vésperas da viagem para o Uruguai, na partida na Arena do Grêmio contra o tricolor gaúcho. O comandante do Leão da Ilha disse que: "É uma pena que Renato Gaúcho não vai estar no jogo contra nós. Eu queria tê-lo frente a frente para olhar na cara dele. É uma pena. Sinto muito. Eu queria olhar na cara dele como homem".

Leia também:

Incialmente, a declaração de Florentín deixou pulgas atrás das orelhas dos jornalistas presentes na coletiva de imprensa realizada pelo Sport, mas o treinador revelou, em contato posterior, que a chateação era pela possível facilitação em um resultado positivo para o Grêmio, o que afundaria mais ainda o Sport na tabela do Campeonato Brasileiro.

Ainda que a partida da próxima sexta-feira na Arena Pernambuco não tenha a presença de Renato Portaluppi no banco de reservas flamenguista, Florentín incendiou a prévia do jogo, convocando a torcida do Sport para lotar o estádio: "Os jogadores estão focados em vencer o Flamengo. Para isso, convido a torcida que garanta os 23 mil lugares e estejam presentes na Arena Pernambuco com a camisa do Sport. Gritem o 'Cazá! Cazá!' a todo momento, pois são os jogadores que vão tratar de dar essa alegria aos torcedores".

Com a saída de Renato, o auxiliar técnico permanente do Flamengo, Mauricio Souza, comandará a equipe até o fim do Brasileirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos