Flamengo volta atrás sobre estádio próprio

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, disse que a prioridade do clube é a licitação do Maracanã.

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, disse que a prioridade do clube é a licitação do Maracanã.
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, disse que a prioridade do clube é a licitação do Maracanã. Foto: (Daniel Apuy/Getty Images)

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim deu um passo atrás no discurso da construção do estádio próprio e passou a falar que a prioridade do clube do Ninho do Urubu é vencer a licitação do Maracanã junto do grande rival Fluminense.

Em entrevista à TV Brasil, quando questionado sobre o tema, Landim disse que: "É um desafio muito grande tornar viável um projeto de novo estádio. A prioridade número um, eu não escondo de ninguém, é a licitação do Maracanã. Estamos com o Fluminense, que é o nosso parceiro. O acordo que temos é com o Fluminense, de exclusividade entre os dois clubes. Isso na administração do estádio, outra coisa é quem vai jogar no Maracanã".

Leia também:

Quando o desejo do Vasco em assumir a administração do maior palco do futebol mundial se tornou pauta na entrevista, Landim afirmou que a intenção do Flamengo não é de aumentar a sociedade, mas deixou as portas abertas para os outros rivais que desejem utilizá-lo: "O Vasco tem o seu estádio, mas a gente entende que o Vasco precise do Maracanã em alguns jogos. Isso deve ser conversado, analisado em conjunto, planejado com análise da tabela. A gente não pode voltar para o passado, com o Maracanã com um gramado impraticável para o nível exigido hoje. É possível fazer isso, também tenho conversado com o John Textor sobre o Engenhão. Podemos fazer um "bem bolado" com os estádios do Rio para atender todo mundo".

Flamengo pode levar bolada da Conmebol pelo Mundial

Único representante da América do Sul no Mundial de Clubes, o Flamengo pode contar com um grande bônus cedido pela Conmebol caso seja o vencedor do torneio que reúne os campeões de todos os continentes e o representante do país sede.

A entidade máxima do futebol sul-americano, através de seu presidente Alejandro Domínguez, confirmou que dará um prêmio de cinco milhões de dólares se o Flamengo levantar o troféu de melhor clube do mundo. Em seu perfil oficial no Twitter, Domínguez disse que: "A América do Sul quer mais glórias esportivas! A @CONMEBOL concederá um prêmio adicional de USD 5.000.000 ao @Flamengo, campeão da @LibertadoresBR, se ganhar o Mundial de Clubes. É um forte incentivo para o representante de nosso continente neste torneio". A quantia, em reais, é de R$ 25.750,00.

Além do bônus, a FIFA premia os times com outros 5 milhões de dólares ao campeão, 4 milhões ao vice (R$ 20,4 milhões), 2,5 milhões de dólares ao terceiro colocado (R$ 12,75 milhões) e 2 milhões de dólares ao quarto colocado (R$ 10,2 milhões).