Flamengo lembra o futebol de 2019 e dá recado aos adversários

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Jogadores do Flamengo comemoram gol de Rodrigo Caio. Foto: Mateus Bonomi/AGIF
Jogadores do Flamengo comemoram gol de Rodrigo Caio. Foto: Mateus Bonomi/AGIF

O Flamengo fez dez gols em três jogos, com a chegada de Renato Portaluppi. As vitórias de 5 a 0 sobre o Bahia e 4 a 1 contra o Defensa Y Justicia nos fizeram relembrar 2019, quando o Flamengo encantou o Brasil com um futebol ofensivo e competitivo, ganhando tudo. 

Agora, a impressão é a mesma. Renato soltou os jogadores em campo, extraindo o principal do elenco rubro-negro: talento. Tecnicamente, o Fla tem protagonistas com a bola e o time cresce quando isso é mais valorizado em detrimento do apego defensivo. Taticamente, o Fla pode não ser um primor de organização, mas individualmente sobra em relação aos adversários. 

Leia também:

Sem muitas improvisações e com escolhas simples, Renato fez o feijão com arroz e deixou a bola rolar. Claro que o Defensa assustou em alguns lances, mas foi superado quando o Fla partiu para o ataque. 

O Flamengo está nas quartas-de-final da Libertadores e não deve ter dificuldades ante Inter ou Olímpia. Numa provável semifinal, Fluminense, Barcelona-EQU ou Cerro Portenho, não serão páreo. Se Renato conseguir manter o grupo com os pés no chão e centrado na busca por títulos, ficará difícil para os outros. Hoje, vejo River Plate, Palmeiras e São Paulo capazes de bater de frente com o Flamengo.

Na Copa do Brasil, a situação é parecida, com o caminho facilitado sobre o ABC-RN e com boas chances de brigar pela conquista. Talvez SP, Galo, Grêmio e Santos sejam os principais oponentes 

Vamos acompanhar tudo de perto, mas o Fla voltou a ser envolvente e contundente. Se vai manter, é esperar para ver. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos