Flamengo vende Piris da Motta por R$ 20 milhões a menos do que pagou em 2018

·1 min de leitura


Piris da Motta já foi ao Ninho do Urubu se despedir de seus companheiros de Flamengo, que, por sua vez, já está ciente da quantia a ser embolsada pelo acordo com o Cerro Porteño. O clube paraguaio pagará 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,6 milhões) por 70% dos direitos econômicos do volante de 27 anos.

De olho numa possível transação futura, o Flamengo ainda permanecerá com 20% dos direitos de Piris, que fica com 10% da totalidade. Entre compra e venda, o Rubro-Negro negociou o meio-campista por aproximadamente R$ 20 milhões menos do que pagou.

Contratado em agosto de 2018 por R$ 25,8 milhões (segundo o balanço oficial do Flamengo) junto ao San Lorenzo-ARG, Piris da Motta não firmou-se no clube carioca. A temporada em que mais atuou foi a de 2019: 41 jogos (22 como reserva). Em 2020, foi emprestado ao Gençlerbirligi, da Turquia.

> GALERIA: veja 20 imagens da reapresentação do Flamengo

Piris não estava nos planos do departamento de futebol do Flamengo desde 2021 e, por pouco, não deixou o clube ao longo da última temporada. Com contrato até o fim de 2022, o desejo da diretoria da Gávea era de negociá-lo em definitivo, e não emprestá-lo novamente, e assim será com o Cerro Porteño.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos