Flamengo vence Católica e fica próximo de vaga na Libertadores

ATUALIZADA - Flamengo vence na Libertadores e está a um ponto da classificação

VINÍCIUS CASTRO

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - A noite desta quarta-feira (3) foi quase perfeita para o Flamengo. O time carioca sofreu, mas fez a sua parte e venceu a Universidad Católica (CHI) por 3 a 1, no Maracanã, pela Taça Libertadores.

A festa só não foi completa porque a vitória não garantiu a vaga antecipada às oitavas de final da competição. O Flamengo ainda dependia de uma vitória do Atlético-PR, que perdeu por 3 a 0 para o San Lorenzo (ARG), na Arena da Baixada.

Guerrero foi o nome do Flamengo na partida. Apesar de fazer a função de centroavante, o atacante mostrou muita movimentação, saiu da área, trabalhou bem no pivô e foi o responsável por quase todas as finalizações da equipe na etapa inicial. Mas os gols da partida só saíram na etapa final.

Logo aos 5min do segundo tempo, Guerrero cobrou uma falta na barreira, e a bola sobrou para Rodinei. O lateral encheu o pé esquerdo para acertar o ângulo de Toselli e inaugurar o marcador.

Aos 22min, a equipe brasileira vacilou na marcação e levou o empate. Fuenzalida cruzou para Santiago Silva, que antecipou Réver e marcou o dele.

Já aos 28min, Guerrero conseguiu marcar. Em sua 12ª finalização, o atacante bateu cruzado e deixou o Flamengo novamente em vantagem.

No final da partida, aos 41min, o lateral Trauco ganhou uma dividida com Magnasco, trombou com Maripán e conseguiu chutar para fechar o placar.

O Flamengo chegou aos nove pontos, na liderança do Grupo 4, faltando apenas uma rodada para o fim da fase de grupos do torneio continental. San Lorenzo e Atlético-PR dividem o segundo lugar com sete, enquanto a Universidad Católica fica estacionada com cinco.

A última partida do time carioca pela fase de grupos será contra o San Lorenzo, na Argentina, dia 17, às 20h45 (de Brasília). Se o Atlético-PR não vencer a U. Católica fora de casa na última rodada, o Flamengo pode até perder para o clube argentino que avançará às oitavas de final da Libertadores.

FLAMENGO

Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Gabriel (Renê) e Mancuello (Rodinei); Everton (Cuéllar) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

UNIVERSIDAD CATÓLICA

Toselli; Juan Espinoza, Cristián Álvarez (Magnasco), Maripán e Parot; Fuentes (Carlos Espinosa), Kalinski (Roberto Gutiérrez) e Buonanotte; Fuenzalida, Santiago Silva e Noir. Técnico: Mario Salas.

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro

Juiz: Victor Carrillo (PER)

Cartões amarelos: Pará e Réver (FLA); Maripán, Espinoza e Cristián Álvarez (UCA)

Gol: Rodinei (FLA), aos 5min, Santiago Silva (UCA), aos 22min, Guerrero (FLA), aos 28min e Trauco (FLA), aos 41min do segundo tempo