Flamengo tenta segurar o Internacional para avançar na Libertadores

Gazeta Press

O Flamengo tenta segurar a pressão do Internacional para conseguir a classificação para as semifinais da Copa Libertadores. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), pela rodada de volta das quartas de final. Na ida, os cariocas ganharam por 2 a 0 e deram um passo significativo rumo à vaga.

Com o resultado do Maracanã, o Flamengo pode perder por um e até mesmo por dois gols de diferença, porém, a partir de 3 a 1, já que os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Se devolver o 2 a 0, o Colorado vai forçar a disputa de pênaltis. Para se garantir mesmo, tem que ganhar por três ou mais gols de diferença.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Flamengo tenta segurar pressão do Internacional para se classificar (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Em termos de escalação, o Internacional vai manter a base do confronto de ida. Porém, tem uma dúvida de ordem médica. O atacante Rafael Sóbis, com dores na coxa direita, fará um teste de vestiário. Se for vetado, Wellington Silva assume o posto.

Para este compromisso, o Flamengo terá mudanças em relação ao jogo de ida. O volante Willian Arão cumpre suspensão por ter sido advertido com o terceiro cartão amarelo. O meia Gerson deve atuar recuado como segundo volante na vaga de Arão, com De Arrascaeta e Everton Ribeiro completando o meio campo.

Com a reintegração de Gustavo Cuéllar ao elenco após afastamento por questões disciplinares, o colombiano deve reassumir o posto de primeiro volante entre os onze iniciais. Se optar por uma formação mais cautelosa, Jorge Jesus pode escalar Cuéllar e Piris da Motta para reforçar a marcação e deixar De Arrascaeta como opção no banco.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL X FLAMENGO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 28 de agosto de 2019 (Quarta-feira)

Horário: 21h30(de Brasília)

Árbitro: Patricio Lostau (Argentina)

Assistentes: Juan Pablo Belatti (Argentina) e Gabriel Chade (Argentina)

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba, Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, D’Alessandro e Patrick; Rafael Sóbis (Wellington Silva) e Paolo Guerrero

Técnico: Odair Hellmann

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Gustavo Cuéllar (Piris da Motta), Gerson, De Arrascaeta (Piris da Motta) e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol

Técnico: Jorge Jesus

Leia também