Flamengo sente peso dos desfalques e termina junho com adversidades previstas por Ceni; veja raio-X

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


"Vamos passar um mês difícil. Muitos jogos e pouco tempo para se recuperar. O elenco é curto, é enxuto."

O trecho do depoimento de Rogério Ceni após conquistar o Campeonato Carioca, em 22 de maio, já previa os desafios do Flamengo no mês seguinte. E passados 29 dias de junho, pode-se dizer que as projeções foram confirmadas: o Rubro-Negro começou bem, mas sentiu o peso dos desfalques em meio à maratona de jogos e sofreu tropeços importantes na reta final do mês.

+ De olho no sucessor: veja 15 jogadores que o Flamengo poderia tentar para o lugar de Gerson

O principal motivo da preocupação de Rogério Ceni era, sem dúvidas, a ausência de jogadores importantes, como Everton Ribeiro, Gabigol, Isla e Arrascaeta - todos convocados para a Copa América. Vale lembrar que, nos primeiros dias do mês, o treinador também não pôde contar com Gerson e Pedro, que estavam à disposição da seleção olímpica.

Devido ao grande número de convocados, o Flamengo teve três partidas remanejadas e contou com 10 dias livres para trabalhar no Ninho do Urubu. Esse período, inclusive, foi importante para o clube adotar uma rotina especial de treinos e aprimorar a parte física do elenco. O retorno aos jogos foi em grande nível: três vitórias consecutivas, classificação na Copa do Brasil e nenhum gol sofrido.

+ Confira a tabela completa do Campeonato Brasileiro

No entanto, sem muitas opções no banco de reservas e praticamente com o mesmo time em todos os jogos, o Flamengo passou a sentir o peso do "elenco enxuto" na reta final do mês. Nas três últimas partidas, o clube somou duas derrotas e uma vitória, além de voltar a ter "dor de cabeça" com o setor defensivo, com seis gols sofridos.

Flamengo x América-MG - Bruno Henrique e Rodrigo Muniz
Flamengo x América-MG - Bruno Henrique e Rodrigo Muniz

Muniz e Bruno Henrique marcaram 4 gols em junho (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Apesar de ligar o sinal de alerta, os tropeços recentes não causam desespero no Ninho do Urubu. Outros candidatos ao título também oscilam no início do Campeonato Brasileiro, e o Flamengo ainda tem dois jogos atrasados (contra Grêmio e Athletico-PR). Enquanto os atletas da Copa América não retornam, cabe ao clube repetir as boas atuações que teve no início de junho.

Relembre os jogos do Flamengo em junho:

10/06 - Coritiba 0 x 1 Flamengo (Copa do Brasil)
13/06 - Flamengo 2 x 0 América-MG (Campeonato Brasileiro)
16/06 - Flamengo 2 x 0 Coritiba (Copa do Brasil)
19/06 - Flamengo 2 x 3 Red Bull Bragantino (Campeonato Brasileiro)
23/06 - Flamengo 2 x 1 Fortaleza (Campeonato Brasileiro)
27/06 - Juventude 1 x 0 Flamengo (Campeonato Brasileiro)

+ Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Raio-X do Flamengo em junho:

- 6 jogos (4 vitórias e 2 empates)
- 66,6% de aproveitamento
- 9 gols marcados (1,5 gol por jogo)
- 5 gols sofridos (0,8 gol por jogo)

- Artilheiros: Bruno Henrique e Rodrigo Muniz (4 gols)
- Garçom: Vitinho (3 assistências)
- Titulares em todas as partidas: Diego Alves, Matheuzinho, Willian Arão, Diego, Vitinho e Bruno Henrique.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos