Flamengo não corre risco de multa caso não entre com o 'considerado time titular' contra o Resende

Matheus Dantas
·1 minuto de leitura


O regulamento do Campeonato Carioca de 2021 prevê multa para o clube que, a partir da terceira rodada da Taça Guanabara, deixe de "utilizar sua equipe considerada principal sem motivo justo". O Flamengo, que enfrenta o Resende nesta sexta-feira, pela quarta rodada, não corre esse risco, apurou o LANCE!, mesmo que não entre em campo com os nomes que costumam formar o "Time A", que se reapresentou nesta semana, no Ninho do Urubu, após férias.

O artigo 41 foi determinado como forma de proteção ao produto do Campeonato, mas o "bom senso da Ferj prevalecerá" nas avaliações. Como o elenco principal do Flamengo se apresentou nesta segunda, a federação não entende que será o caso de punir o clube caso atue com uma time alternativo, como foi a decisão do Flamengo nas primeiras rodadas da Taça Guanabara.

Os jogadores do Flamengo estão sendo reavaliados e a decisão sobre o time ainda será tomada pela comissão técnica de Rogério Ceni, que, por sua vez, antecipou seu retorno ao Ninho do Urubu e acompanhou o trabalho de Maurício Souza, técnico do Sub-20, na última semana. A tendência é que o Rubro-Negro atue na sexta-feira, contra o Resende, com um time mesclado.

O atacante Vitinho e o goleiro Hugo Souza, por exemplo, se apresentaram ao clube antes de segunda-feira, enquanto o meia uruguaio Arrascaeta, liberado pela direção e pelo e técnico, juntou-se aos companheiros apenas nesta terça.