Flamengo x Grêmio: relembre 5 duelos históricos entre os clubes

Redação Esportes
Rafael Galhardo e Gabigol durante o primeiro jogo da Libertadores 2019. (Foto: ITAMAR AGUIAR/AFP via Getty Images)
Rafael Galhardo e Gabigol durante o primeiro jogo da Libertadores 2019. (Foto: ITAMAR AGUIAR/AFP via Getty Images)

14 anos separam a semifinal da Libertadores 2018 do último mata-mata entre Flamengo e Grêmio. Nas quartas de final da Copa do Brasil de 2004, o Flamengo venceu em Porto Alegre por 1 x 0 e segurou o empate sem gols no Maracanã. Outros duelos decisivos marcam a história do confronto. Confira alguns deles

Já está seguindo o Yahoo Esportes no Instagram? Clique aqui!

Leia também

Grêmio 0 x 1 Flamengo - Brasileirão, 25/04/1982

Duas partidas não foram suficientes para Flamengo e Grêmio decidirem quem seria o campeão brasileiro de 1982, na época disputado no primeiro semestre. Zico salvou o Flamengo da derrota no Maracanã empatando em 1 x 1 aos 44 do 2º tempo no Maracanã. Na volta, em Porto Alegre, 0x0. Foi preciso uma partida extra, na qual Nunes fez 1 x 0 aos 10 minutos de jogo e o Flamengo levantou a taça em pleno estádio Olímpico.

Grêmio 5 x 1 Flamengo - Libertadores, 26/06/1984

Foram cinco jogos entre os rivais nas Libertadores de 1983 e 1984. Na primeira, o Grêmio empate em 1x1 e vitória gremista por 3x1 na fase de grupos. No ano seguinte, o Tricolor Gaúcho estreou no triangular semifinal fazendo 5 x 1 no Flamengo, que devolveu a derrota por um placar menor no Rio (3x1). Os dois empataram em pontos e fizeram uma partida desempate no Morumbi, em São Paulo. O 0x0 favoreceu o Grêmio, que avançou à final.

Grêmio 6 x 1 Flamengo - Copa do Brasil, 19/08/1989

Mais uma semifinal na história do confronto, mais uma goleada e mais uma classificação gremista. Após o empate em 2x2 no Rio, bastava ao Grêmio empatar sem gols ou em 1x1 para avançar à decisão da primeira Copa do Brasil. Mas os gols de Cuca, Paulo Egídio (2 cada), Almir e Assis, com Renato Carioca descontando, construíram a maior goleada da história do confronto e colocaram o Grêmio na decisão.

Flamengo 2 x 2 Grêmio - Copa do Brasil, 22/05/1997

Após 15 anos, os rivais voltaram a decidir uma competição nacional. Tal como em 1982, as duas partidas finais terminaram em empate (0x0 no Olímpico e 2x2 no Maracanã). Diferente de 1982, não havia jogo-desempate: quem marcasse mais gols fora de casa em caso de igualdade na soma dos jogos ficava com a taça. E o Grêmio finalmente deu o troco com os gols de João Antônio e Carlos Miguel, dando a volta olímpica com a troféu no Maracanã.

Grêmio 0(2) x 0(4) Flamengo - Copa Mercosul, 29/11/2001

O Flamengo já revidara parcialmente o título perdido em 1997 eliminando o Grêmio nas oitavas de final da Copa do Brasil de 1999. Dois anos depois, ambos se enfrentaram pelas semifinais da Copa Mercosul (precursora da Copa Sul-Americana). 2x2 no Rio, 0x0 em Porto Alegre e vaga na final decidida nos pênaltis. Júlio César pegou as cobranças de Roger (atual treinador do Bahia) e Luís Mário, colocando o Flamengo na final do torneio.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter