Flamengo ganha problemas para jogo contra Universidad Católica

Jogando com sua força máxima, o Flamengo venceu a primeira partida da decisão do Campeonato Carioca, diante do Fluminense neste domingo, no Maracanã. No próximo domingo, as duas equipes se enfrentam novamente para decidir quem fica com o título.

O placar de 1 a 0 dá a vantagem do empate ao Rubro-Negro. Entretanto, a vitória pode ter saído caro para a equipe da Gávea, já que três jogadores tiveram de deixar o campo por problemas físicos. Dois deles, o volante Rômulo e o atacante Paolo Guerrero, viraram dúvidas para a partida de quarta-feira, contra o Universidad Católica, pela Libertadores.

O atacante Berrío também deixou o campo de jogo antes do final da partida, mas por estar suspenso na competição Sul-Americana, já está fora do duelo contra os chilenos. Após a partida deste domingo, o técnico Zé Ricardo disse que vai aguardar a avaliação do departamento médico do clube para montar a equipe que entra em campo na quarta.

“Vamos fazer uma avaliação nesta segunda-feira de quem vai estar 100%, pelo menos para iniciar a partida. Tínhamos noção que as substituições seriam mais pelo desgaste, mas Rômulo saiu antes pelo problema no joelho. Seguramos o máximo porque tínhamos certeza que muitos iriam sair em virtude da sequência, depois de jogo tão desgastante contra o Atlético-PR”, disse o treinador, lembrando da partida da última quarta-feira, em Curitiba.

Sobre o atacante peruano, Zé Ricardo se mostrou confiante em poder contar com o atleta. “O que temos de informação é que Paolo teve cãibra na panturrilha mesmo por todo o esforço feito. Esperamos ele para quarta-feira. Rômulo teve leve entorse no joelho direito, mas a princípio acho que não teremos problemas graves. O Católica veio do clássico local, venceu e chega com motivação grande. A gente vai buscar classificação,” garantiu o treinador.

Já a presença de Rômulo deve ser mais difícil. Se o diagnóstico for confirmado, o jogador deve ficar de fora até mesmo da partida do próximo domingo. Nos vestiários, o jogador se mostrou otimista. “Graças a deus não foi nada demais. Saí por precaução,” disse o volante.

Com as ausências de Diego e, possivelmente, de Rômulo, aumentam as chances do argentino Mancuello iniciar a partida contra o Universidad Católica. O jogador substituiu Rômulo neste domingo e ficou em campo até o final da partida.

“Mancuello, que teve de entrar na partida, passou por um sacrifício físico no final. Imagine um atleta que se recupera de uma lesão complicada, que está sarada, imagine colocar num jogo de tamanha intensidade e importância. Quem é atleta sabe disso. Decisão desgasta emocionalmente, o que desgasta fisicamente”, avaliou Zé Ricardo.

Zé Ricardo ainda minimizou a vantagem obtida na final com o Flu, e descartou que seu time entrará em campo pensando nisso. “O jogo não está definido. É como se fosse uma peça de teatro com dois atos. vamos para o segundo ato domingo que vem. Vantagem é vantagem, mas não vamos sentar em cima de nenhuma vantagem. Não é do DNA do Flamengo jogar dessa forma. Qualquer resultado pode acontecer e o que podemos fazer é nos preparar. Parabéns à equipe do Fluminense que também fez grande partida”, finalizou.

O elenco Rubro-Negro não terá folga e se reapresenta na tarde desta segunda-feira. Outro treino está marcado para a tarde de terça-feira, quando Zé Ricardo finalizará a preparação para o duelo de quarta pela Libertadores, no Maracanã.