Flamengo fecha fase de grupos da Libertadores com prejuízo nas operações das partidas no Maracanã

·1 minuto de leitura


O Flamengo encerrou a fase de grupos invicto em seus domínios (vitória sobre o Unión La Calera e empates com LDU e Vélez Sarsfield) e classificado como primeiro lugar da chave para as oitavas de final da Libertadores. Contudo, o resultado financeiro das partidas foram negativos por conta da ausência de público devido à pandemia do coronavírus. O prejuízo com as operações dos três jogos no Maracanã, somados, foi de R$ 487 mil aos cofres rubro-negros.

+ Começou o Btasileirão! Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

O prejuízo é referente aos jogos contra o Unión La Calera (R$ 162.5 mil), em 27 de abril, contra a LDU (R$ 163,2 mil), em 11 de maio, e diante do Vélez Sarsfield (R$ 161,3 mil), em 27 de maio. O próximo adversário do Flamengo será o Defensa y Justicia (ARG), nas oitavas de final da Copa Libertadores, em julho.

Por ter se classificado em primeiro lugar da chave, o time de Rogério Ceni decidirá o confronto no Rio de Janeiro. A ida, em Buenos Aires, será no dia 14 de julho, enquanto o jogo decisivo será no Maracanã, no dia 21 de julho. Não há previsão de retorno de público aos estádios nas próximas fases da Liberta.

+ Veja todos os confrontos e as datas das oitavas de final da Libertadores aqui!

No Campeonato Carioca, o prejuízo do Flamengo com as operações de jogos alcançou R$ 1 milhão e 519 mil. Foram 15 partidas no Estadual, nas quais o clube arcou integralmente ou parcialmente com os gastos e despesas em 14.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos