Flamengo espera multidão no Maracanã para duelo contra o Atlético-PR

O Flamengo iniciou nesta semana a venda de ingressos para o jogo contra o Atlético-PR na próxima quarta-feira, no Maracanã, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Até a manhã desta quarta mais de 30 mil bilhetes já haviam sido vendidos e a expectativa é de que pelo menos 70 mil pessoas estejam no estádio para apoiar os cariocas.

Na visão dos jogadores do Flamengo, a procura por ingressos não chega a surpreender, mas eles garantem que o apoio vai ser determinante em uma competição conhecida pela entrega dos times em campo.

“Para nós é muito importante ter o apoio dos torcedores, pois sabemos que a Copa Libertadores é uma competição onde tudo o que possa ser usado a favor não deve ser ignorado. Quando atuamos fora de casa vamos percebendo que os torcedores rivais acabam pressionando bastante e como temos uma torcida que pode fazer toda a diferença, não podemos abrir mão disso. Claro que a boa presença de público apenas aumenta a nossa responsabilidade em construir a vitória e apresentar um bom futebol, mas sinceramente nunca pensamos algo diferente desta linha se falando de Libertadores”, disse o volante Márcio Araújo.

Diego também aposta que a torcida poderá ser um fator elementar para que o Flamengo possa buscar mais uma vitória nesta Copa Libertadores, se recuperando do revés para a Universidad Católica, no Chile. O meia sabe que o Maracanã lotado será uma extra para o Rubro-Negro e espera uma grande noite.

“A torcida do Flamengo costuma comparecer em bom número ao Maracanã, fazer uma festa muito bonita e nos apoiar durante os 90 minutos. Por isso que a gente já esperava que o estádio fosse receber um grande público, até porque a partida contra o Atlético-PR tem um peso muito importante dentro do grupo e pode nos aproximar bastante do nosso objetivo. Nós estamos cientes de que precisamos apresentar um grande futebol e pressionar o nosso adversário ao longo dos 90 minutos. Com o estádio cheio isso vai ficar mais possível de ser feito”, disse o apoiador.

O Flamengo aparece na terceira posição do Grupo 4 da Copa Libertadores com três pontos, um a menos que Atlético-PR e Universidad Católica, do Chile, o que explica a sua necessidade de vitória.

Antes disso, porém, o time tem as semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, no sábado, às 18h30 (de Brasília), diante do Vasco, no Maracanã. O time deverá ser definido no treino desta quinta-feira, uma vez que o técnico Zé Ricardo fechou a maior parte da atividade desta quarta. Para este compromisso o treinador não poderá contar com o lateral-direito Pará, que cumpre suspensão por ter sido expulso no empate por 1 a 1 com o Fluminense. Rodinei deve ser escolhido como substituto. Existe ainda a possibilidade de alguns atletas serem preservados de olho no choque contra o Furacão.