Flamengo enfrenta pela primeira vez o Cuiabá, fundado pelo ídolo Gaúcho

·1 minuto de leitura


Os gols, os títulos, as vitórias e as derrotas são os legados que os jogadores de futebol costumam deixar, eternizados na memória dos torcedores. O atacante Gaúcho, ídolo e campeão pelo Flamengo na década de 1990, foi além. Após encerrar sua carreira, fundou o Cuiabá, que hoje enfrenta o Rubro-Negro pela oitava rodada do Brasileirão. Será o primeiro confronto da história dos clubes, que têm objetivos diferentes na Série A. A bola rola na Arena Pantanal às 20h.

+ Confira a classificação completa e os resultados do Campeonato Brasileiro!

Vítima de um câncer de próstata em 2016, aos 52 anos, Gaúcho deu início à história do Cuiabá - time estreante da primeira divisão nacional em 2021 - no ano de 2001. O clube, fundado em 12 de dezembro, começou como a "Gaúcho Escola de Futebol", ou a Escolinha do Gaúcho", na capital mato-grossense.

Luís Carlos Tóffoli, o Gaúcho, nasceu em Canoas, no Rio Grande do Sul, mas surgiu para o futebol na Gávea, em 1982. Após passagens por Grêmio, Santo André, Palmeiras, XV de Piracicaba e Verdy Kawasaki, do Japão, retornou ao Rubro-Negro em 1990 para se tornar ídolo da Nação. Foi campeão da Copa do Brasil, em 1990, do Campeonato Carioca, em 1991, e do Brasileirão, em 1992.

Defendendo o Flamengo, Gaúcho fez 199 partidas e ficou marcado pelos gols decisivos, como nas finais da Taça Rio de 1991 e do Brasileirão de 1992, em vitórias sobre o Botafogo, por 1 a 0 e 3 a 0, respectivamente, no Maracanã.

As comemorações irreverentes também foram uma marca da passagem do ex-centroavante pelo clube da Gávea, pelo qual balançou as redes rivais 98 vezes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos