Flamengo enfrenta desgastado Botafogo por vaga na final do Carioca

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Flamengo e Botafogo deixam a Taça Libertadores de lado neste domingo (23) e voltam as atenções para o Campeonato Carioca. As duas equipes decidem às 16h, no Maracanã, o segundo time que disputará a final do Estadual. Outro finalista sairá de Fluminense e Botafogo deste sábado.

Antes mesmo de a bola rolar, os dois clubes já se confrontaram ao longo da semana. Tal como os outros semifinalistas, o time rubro-negro e a equipe de General Osório tiveram disputas na Justiça.

O Botafogo entrou com uma liminar junto ao TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Estado do Rio de Janeiro) para questionar a Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e o Flamengo. O clube alvinegro apontou supostos privilégios ao advesário nos números de ingressos, estacionamentos, espaços publicitários etc.

A direção botafoguense ainda alegou que houve divisão igualitária das condições na outra semifinal. Contudo, o tribunal indeferiu o requerimento, ao afirmar que não houve abuso da federação e reforçar o fato do clube rubro-negro ser mandante.

Apesar do revés fora de campo, os botafoguenses estão incomodados com uma outra derrota. Em 12 de fevereiro, pela quarta rodada da Taça Guanabara, o Flamengo venceu o Botafogo por 2 a 1, no Engenhão, no único confronto entre as duas equipes neste ano. A partida ficou marcada por uma briga entre torcedores fora do estádio, na qual uma pessoa morreu.

Nesta temporada, a equipe rubro-negra ainda venceu um outro clássico, 1 a 0 sobre o Vasco, além de acumular quatros empates -dois com o rival cruzmaltino e os outros com o Fluminense. Já o Botafogo tem um empate e um derrota frente ao time de São Januário, além de uma vitória e um revés diante do adversário tricolor.

Buscando se manter invicto nos clássicos deste ano, o elenco flamenguista está desde a semana passada se preparando. O compromisso mais recente da equipe foi no último dia 12, quando venceu o Atlético-PR por 2 a 1 pela Libertadores.

O técnico Zé Ricardo aproveitou o período para realizar testes na formação. Ele não poderá contar com o meia de referência Diego, que se recupera de lesão; em compensação, terá o retorno do meia Ederson e do atacante Everton, liberados pelo departamento médico.

“Sabemos da falta que vai fazer Diego, que é um jogador muito importante para nós. Mas o Zé com certeza já deve ter o time definido”, revelou o atacante Guerrero. Ele ainda minimizou as polêmicas extra-campo: “Temos que pensar em nós. Nesse tipo de clássico, não há quem perde mais. Tudo é decidido no campo”.

Já o Botafogo vive situação oposta a do Flamengo: o tempo para preparação foi curto. O elenco alvinegro chega ao Brasil na manhã deste sábado (22). A equipe teve um compromisso no Equador pela Libertadores na quinta-feira (20) contra o Barcelona de Guayaquil, com quem empatou por 1 a 1.

No Rio, os jogadores que atuaram na última partida farão um trabalho regenerativo. Já os reservas terão treino em campo.

O técnico Jair Ventura não revelou se irá poupar atletas. Mas avaliou a postura do time, a quem só a vitória interessa, já que o empate classifica o adversário.“Tem sido uma sequência puxada, não podemos negar. Mas o Botafogo tem um espírito de luta e por isso estamos sempre pensando em superação.”

FLAMENGO

Alex Muralha; Pará, Rafael Vaz (Donatti), Réver e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão e Rômulo; Gabriel, Everton e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

BOTAFOGO

Gatito Fernandez; Fernandes (Emerson Santos), Joel Carli, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (Sassá). Técnico: Jair Ventura

Local: Maracanã, no Rio

Juiz: Leonardo Garcia Cavaleiro