Flamengo, em estreia de Renato Gaúcho, visita o perigoso Defensa y Justicia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
(arquivo) Gabigol comemora após marcar um gol de pênalti contra o Vélez Sarfield em jogo da fase de grupos da Libertadores no estádio José Amalfitani de Liniers, Buenos Aires em 20 de abril de 2021
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Flamengo, um dos candidatos ao título da Copa Libertadores, chega após uma série de altos e baixos às oitavas de final, para enfrentar o Defensa y Justicia da Argentina, atual campeão da Sul-Americana.

O time carioca vem de uma vitória sobre a Chapecoense por 2 a 1 no último domingo, no Brasileirão, resultado que maquia o momento delicado da equipe que demitiu o técnico Rogério Ceni na semana passada e contratou Renato Gaúcho para substituí-lo.

O novo treinador vai estrear justamente na Libertadores. Vencedor das duas últimas edições do Brasileirão, o Flamengo contratou Renato para tentar reverter imediatamente uma crise no clube, que é o oitavo no campeonato, a dez pontos do líder Palmeiras.

"É um prazer estar aqui com essa oportunidade para treinar este grande clube. Eu tinha esse sonho, e estou realizando. Na minha opinião, treinar o Flamengo é a mesma coisa que treinar a Seleção Brasileira. É um grande desafio. O Flamengo sempre tem que jogar para vencer", afirmou o novo técnico do clube carioca em sua apresentação.

- 'Halcón' à espreita -

O Defensa y Justicia se prepara para receber o Flamengo com a intenção de aproveitar o momento complicado que o time carioca atravessa e depois de completar uma campanha razoável na fase de grupos, onde terminou em segundo lugar, atrás do atual campeão Palmeiras diante de quem sofreu sua única derrota, um emocionante 4 a 3 no Allianz Parque, em São Paulo.

Mesmo com alguns anos de história em nível internacional, o 'Halcón' ('Falcão') já mostrou suas garras ao conquistar a Copa Sul-Americana no ano passado, enquanto em abril passado surpreendeu o Palmeiras em casa, a quem venceu por 2 a 1 e depois faturou a Recopa na disputa de pênaltis.

De qualquer forma, o técnico Sebastián Beccacece segue em busca de acertar sua equipe, porque o Flamengo chega com bom ritmo de jogo enquanto disputa o campeonato brasileiro, enquanto o Defensa não joga há sete semanas, quando terminou sua participação na fase de grupos da Libertadores.

"Vamos lutar contra o Flamengo", disse o lateral Alexis Soto, um dos reforços de um time do Defensa com várias mudanças, já que cinco jogadores deixaram o clube, incluindo o artilheiro Braian Romero (para o River Plate) e chegaram oito novos reforços.

"Vamos jogar contra aquele que talvez seja o time mais poderoso da América do Sul. Na edição anterior à última Libertadores foi campeão. Eles ganharam o Brasileirão. É um desafio difícil, mas lindo, e vamos enfrentar com a mentalidade de que é possível. A união coletiva às vezes esconde a diferença que pode haver", disse Beccacece.

Quem vencer este duelo vai enfrentar nas quartas de final o vencedor do confronto entre o paraguaio Olimpia e o Inter de Porto Alegre.

O jogo desta quarta-feira será disputado a partir das 21h30 no estádio Norberto Tito Tomaghello, e terá a arbitragem do paraguaio Eber Aquino, enquanto seu compatriota Derlis López vai comandar o VAR.

Prováveis escalações:

Defensa y Justicia: Ezequiel Unsain – Matías Rodríguez, Adonis Frías, Tomás Cardona e Alexis Soto – Kevin Gutiérrez e Raúl Loaiza – Gabriel Hachen, Walter Bou e Carlos Rotondi – Lucas Barrios. Técnico: Sebastián Beccacece.

Flamengo: Diego Alves – Mauricio Isla, Gustavo Henrique, Léo Pereira ou Rodrigo Caio e Filipe Luis – Piris da Motta ou João Gomes, Everton Ribeiro, Thiago Maia e Arrascaeta – Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

str/sa/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos