Flamengo e Amazon conversam por nova parceria, e diretor da empresa vislumbra: 'O céu é o limite'

LANCE!
·2 minuto de leitura

Flamengo e Amazon viveram um caso de satisfação mútua e viram uma significativa repercussão com a "Tropa Flamazon" nas redes sociais. O forte engajamento durante ações pontuais no período da Supercopa do Brasil, vencida pelo Flamengo no último domingo, faz com que a diretoria do clube almeje estender a relação a fim de consolidá-la com um patrocínio definitivo.

Leia também:

Uma informação inicial do portal "Uol" indica que já há conversas visando outra ação relacionada à promoção de produtos da Amazon.

Para a Supercopa, além de interações nas redes, a opção foi por estampar a marca do seu serviço de streaming "Amazon Prime Video" nas costas do uniforme do Flamengo (veja abaixo).

Flamengo - Amazon Prime
Flamengo - Amazon Prime

Amazon na camisa do Fla (Foto: Reprodução / Instagram CRF)

Os dirigentes do Flamengo encararam o acordo, proposto por eles próprios às vésperas da decisão nacional, como um sucesso em termos de exposição. E a percepção foi recíproca.

O clube agora estuda até uma possibilidade de parceira para negócios relacionados ao uso do "Prime Video" para alocar conteúdos exclusivos e transmissão de jogos em streaming, cujo mercado tem sido explorado pelo Flamengo no Carioca através do serviço "FlaTV+".

Como dito acima, o Rubro-Negro também não descarta realizar novas campanhas para promover produtos da Amazon, como ocorreu em setembro de 2020, quando Diego e Everton Ribeiro foram garotos-propaganda numa propaganda e divulgaram a série "The Boys", após o primeiro acordo pontual entre clube e empresa.

E um exemplo que simboliza a atual empolgação de ambas as partes de olho no futuro é uma recente postagem de João Mesquita, diretor de marketing da Amazon no Brasil, que publicou uma foto da camisa do Flamengo com a marca estampada e escreveu a seguinte legenda:

- O céu é o limite - postou Mesquita, no LinkedIn.

INCÔMODO COM COMERCIAL NA GLOBO

Além de cativado para um possível "namoro" com a Amazon, o Flamengo, mais precisamente uma parte da diretoria, ficou incomodado com o fato de a Rede Globo, no intervalo da transmissão da Supercopa, ter sido veículo para que a própria gigante do e-commerce anunciar, o que gerou receio quanto ao impacto de sua própria receita de patrocínio, ainda de acordo com o site.

O departamento de marketing do Fla, contudo, vê os anúncios como independentes, e a Rede Globo se pronunciou sobre o tema, realçando que "Amazon Prime é um cliente de publicidade da Globo, assim como outras plataformas de streaming".

Cabe destacar ainda que a Amazon esteve próxima se tornar-se a patrocinadora master do Flamengo, em 2020, quando até um dirigente rubro-negro chegou a apontar um possível tempo de contrato. No entanto, o clube viu a empresa não aceitar a proposta derradeira e optou por assinar com o Banco BRB por três temporadas, com valor mínimo garantido por ano de R$ 32 milhões.