Flamengo define posição como uma das prioridades e começa a mapear mercado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Com o comando técnico definido e a imersão de Paulo Sousa no elenco atual do Flamengo, com relatórios e informações, o departamento de futebol começou a definir prioridades para 2022. Entre elas, está a contratação de um goleiro. O clube já iniciou o mapeamento do mercado atrás de um atleta que chegue ao Ninho do Urubu para disputar a titularidade já nesta temporada.

Por ora, segundo o LANCE! apurou, foram apenas feitas avaliações e sondagens pela diretoria do Flamengo, mas nenhum contato oficial, tampouco propostas.

Contudo, já surgiram os primeiros possíveis alvos do clube na Europa: Neto, do Barcelona, seria um deles, segundo o jornal catalão "Sport". Agustín Marchesín, do Porto, é outro goleiro ligado ao Flamengo pelo jornal "Record", de Portugal.

Antes da oficialização do técnico no Flamengo, o LANCE! já havia trazido a informação de que Paulo Sousa enxerga como fundamentais duas posições em seu modelo de jogo: o goleiro e o volante. Confira a reportagem clicando aqui!

Diego Alves e Hugo - Flamengo
Diego Alves e Hugo - Flamengo

Diego Alves e Hugo Souza (Foto: Marcelo Cortes / Flamengo)

A SITUAÇÃO DOS GOLEIROS DO FLAMENGO

Quatro goleiros estarão à disposição de Paulo Sousa e sua comissão técnica, aguardados no Rio de Janeiro a partir do fim desta semana. César, com contrato até abril de 2022, não deve seguir no clube. Não teve sequência em 2021 e terminou o ano passando por uma segunda cirurgia no joelho direito.

Já Gabriel Batista, de 23 anos, fez 15 jogos na temporada passada, e não se credenciou a brigar pela titularidade. Portanto, a princípio, 2022 começa no Flamengo com dois nomes disputando a vaga debaixo da trave: o campeão e experiente Diego Alves, de 36 anos, e o promissor Hugo Souza, de 22 anos.

Apesar de participações decisivas em vários títulos e jogos importantes, as últimas temporadas de Diego Alves também foram marcadas por lesões e problemas físicos. No Brasileirão, por exemplo, o camisa 1 só disputou 10 rodadas no torneio de 2020 e 26 rodadas na edição encerrada em dezembro.

Hugo, por sua vez, fez sua estreia entre os profissionais em 2020, destacando-se logo com atuações importantes e tornou-se o goleiro titular mais jovem a ser campeão brasileiro pelo Fla. Em 2021, contudo, admitiu os erros dentro e fora de campo, os quais custaram seu espaço na equipe, caindo para terceira opção. No final do Brasileirão, voltou a ter uma sequência e terminou o ano em alta.

A predileção de Paulo Sousa por um jogo construído desde a saída com os goleiros, a oscilação do jovem Hugo Souza - em quem o Flamengo deposita esperanças para o futuro - e a situação de Diego Alves, que estendeu vínculo por mais uma temporada, explicam a busca do Fla por um goleiro "pronto".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos