Flamengo, com um a menos, empata com a LDU (2-2) e vai às oitavas da Libertadores

·3 minuto de leitura
Gustavo Henrique comemora seu gol no empate com a LDU no duelo da Libertadores disputado no Maracanã, no Rio de Janeiro, em 19 de maio de 2021

O Flamengo empatou em 2 a 2 com a LDU e se classificou nesta quarta-feira para as oitavas de final da Copa Libertadores-2021 dando ao mesmo tempo a segunda vaga para o argentino Vélez Sársfield.

Um gol de cabeça de Gustavo Henrique aos 88 minutos, com a assistência do uruguaio Arrascaeta, salvou o time carioca no Maracanã.

Pedro havia aberto o placar aos 32 minutos antes de Franklin Guerra (35) e Jhojan Julio (60) virarem para os equatorianos.

Bicampeão da Libertadores (1981 e 2019), o time comandado por Rogério Ceni jogou com dez homens desde os 14 minutos devido à expulsão do meia William Arão.

A uma rodada do fim da fase, o Flamengo lidera o Grupo G com onze pontos, seguido pelo Vélez, com nove. A LDU tem cinco e o chileno Unión La Calera, com apenas dois pontos, estão eliminados.

Mais cedo, o Velez havia derrotado o La Calera por 2 a 1 em Buenos Aires.

- Golpe de karatê -

Gabigol, segundos após o início do jogo, fez tremer a LDU ao mandar uma bola para o fundo da rede em jogada com seu companheiro de ataque, Pedro, mas o gol foi anulado por impedimento.

Em outro lance de perigo, aos 4 minutos, Gerson acertou a trave esquerda do goleiro argentino Adrián Gabbarini.

Antes dos 15 minutos de jogo, William Arão recebeu o cartão vermelho direto por acertar comn um chute o rosto do atacante Luis Amarilla na disputa por uma bola. Não foi um golpe intencional, mas por ter sido uma jogada tao perigosa, o árbitro Alexis Herrera não hesitou em expulsar o jogador rubro-negro.

Paradoxalmente, quando a LDU parecia estar vivendo seu melhor momento, veio o primeiro gol do Flamengo. Em um cruzamento na área equatoriana a defesa não conseguiu afastar e Pedro disputou com um marcador, conseguiu se livrar e chutou fraco. A bola ultrapassou a linha, para o desespero de Gabbarini.

Mas houve uma reviravolta imediata da LDU, com um cruzamento venenoso de Jordy Alcívar em uma jogada que encontrou Guerra para deixar tudo igual.

O time equatoriano teve a chance de ir ao intervalo com uma vantagem. Amarilla, após uma perda de bola na defesa do Flamengo, definiu mal na saída de Gabriel Batista, aos 43. O chute, rasteiro, foi para a linha de fundo.

- Sem Gabigol -

Rogério Ceni tirou de campo Gabigol, autor de seis gols na atual Libertadores, no início do segundo tempo.

O ex-goleiro decidiu poupar o atacante para o duelo do Flamengo contra o Fluminense no segundo jogo da final do Campeonato Carioca, no sábado, após o empate em 1 a 1 no jogo de ida.

Mas a mudança não significava que ele havia desistido de vencer, já que ao mesmo tempo colocou o ofensivo Bruno Henrique e depois outras peças importantes como Diego e Arrascaeta.

Ramón, o substituto de Gabigol, mandou um disparo aos 48 minutos que fez Gabbarini voar para defender.

A LDU, porém, insistiu e em uma de suas tentativas Amarilla cruzou da direita para o gol de Julio.

O 2 a 1 no placar adiava a definição da chave para a última rodada, na próxima semana.

Quase no final, Arrascaeta cobrou uma fala perfeita na pequena área e Gustavo Henrique subiu para desviar, marcando o gol da classificação.

Na quinta-feira, 27 de maio, no fechamento do grupo, o Flamengo vai receber o Vélez Sársfield enquanto a LDU joga em casa com o Unión La Calera.

erc/gfe/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos