Flamengo coloca trio de ataque em final do 'Rei da América'; Jesus está entre os treinadores

Gabigol foi o autor dos gols do título da Libertadores pelo Fla (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Gabigol foi o autor dos gols do título da Libertadores pelo Fla (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)


O jornal uruguaio "El País" anunciou, nesta segunda-feira, que o trio de ataque Bruno Henrique, Gabigol e De Arrascaeta, do Flamengo, foi eleito para disputar as primeiras colocações do prêmio Rei da América. Os brasileiros vão disputar o principal troféu individual entre os jogadores da América.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio


Os três campeões da Copa Libertadores, em novembro, superaram uma série de nomes que se destacaram no continente americano, como o atacante Everton Cebolinha, do Grêmio, assim como "Nacho" Fernández e Enzo Pérez, do River Plate, vices da Libertadores.

Vale lembrar que o argentino do River "Pity" Martínez, em 2018, e Luan, em 2017, do Grêmio, venceram na categoria nos últimos anos, e ambos venceram a Liberta de cada ano. A votação, que começou a selecionar cerca de 20 nomes que foram bem na temporada da América, começou no início de dezembro.

Na categoria de melhores técnicos, o português Jorge Jesus, além do argentino Marcelo Gallardo, disputam o troféu, junto com outro nome. O treinador do Flamengo bateu o comandante do River pela Libertadores.





Quem corre por fora na disputa de melhor treinador em 2019 é o treinador Miguel Ramírez, do Indepiendente del Valle. Os prêmios ainda serão anunciados pelo jornal.


Leia também