Flamengo: após queda na Copa do Brasil, Renato entrega cargo, mas diretoria banca treinador

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Flamengo foi eliminado da Copa do Brasil há poucas horas, e o clima nos bastidores está quente. Conforme informou o "ge", o técnico Renato Gaúcho entregou o cargo de treinador, mas foi demovido da ideia pelo VP de futebol, Marcos Braz, e o diretor de futebol do clube, Bruno Spindel. 

Renato assumiu a responsabilidade pelos resultados ruins e disse que não teria problema em deixar o Flamengo se fosse o melhor para o clube. No entanto, os dois dirigentes bancaram o treinador. Inclusive, durante a coletiva o próprio Renato frisou que a responsabilidade pela eliminação da Copa do Brasil era dele.

Leia também:

- A responsabilidade da derrota é toda minha, uma desclassificação numa competição é toda minha, o grupo não tem culpa de nada - disse.

Depois, na tradicional corrente com os jogadores, os dirigentes endossaram o voto de confiança no treinador. No entanto, cresce um questionamento ao trabalho de Renato Gaúcho, principalmente no que diz respeito ao conteúdo de suas atividades.

Segundo o "ge", há muitos trabalhos coletivos, mas pouco detalhamento de questões táticas. Vale lembrar que o Fla alcançou o quarto jogo seguido sem vitória - dois empates e duas derrotas -, o que aumentou o clima de cobranças.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos