Flamengo afirma ter prova da ofensa de injúria racial de Ramirez, do Bahia

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Flamengo, por meio de seu vice-presidente geral e jurídico Rodrigo Dunshee, afirma ter prova que revela "que teria haviado a ofensa" de injúria racial de Juan Ramirez, jogador do Bahia, em determinado lance da partida de domingo, nas quais Gerson e Bruno Henrique estavam envolvidos. De acordo com o dirigente, o documento será apresentado ao STJD e entregue à Polícia.

- O Flamengo encomendou a especialistas do INES - INSTITUTO DE EDUCACAO DE SURDOS, uma leitura labial da situação do Ramirez com o Bruno Henrique momentos antes do que se passou com o Gerson. A prova revelou que teria havido a ofensa, vamos apresentar ao STJD e entregar a polícia - publicou o VP do Flamengo Rodrigo Dunshee, em seu perfil no Twitter, nesta terça-feira.