Flamengo acata pedido do TRE e não realizará festa em caso de título da Libertadores

Rubro-negros devem ter a oportunidade de comemorar com os campeões (Foto: Lazlo Dalfovo)


Se conseguir o título da Copa Libertadores, neste sábado, o Flamengo não fará qualquer tipo de festa no dia seguinte. Após dias de negociação com o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), o clube se comprometeu a não realizar comemorações com a torcida. O objetivo é não comprometer as eleições presidenciais.

+ Torcedores do Flamengo são barrados em embarque para Guayaquil; clube notifica agência

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, assinou um ofício junto ao TRE-RJ, atestando o compromisso. Com isso, não haverá desfile com os atletas, exibição da taça da Libertadores e usos de carros de som para comemorar a conquista. As informações são do Jornal O Globo.

A torcida do Flamengo, que estava apreensiva com a possibilidade, terá de esperar para celebrar uma possível conquista com os atletas. Em 2019, ano do bicampeonato da Libertadores, a festa aconteceu normalmente, mas neste ano, o Tribunal classificou a situação como de extrema gravidade.

+ Conmebol tem reunião com Flamengo e Athletico e reforça segurança para final da Libertadores

Vale destacar que os torcedores também não poderão celebrar na sede do Flamengo, na Gávea. O local estará cedido às eleições presidenciais, já que cerca de duas mil pessoas devem exercer o direito ao voto no local.