Flamengo é multado por gritos homofóbicos no clássico com o Fluminense

Parte da torcida do Flamengo entoou gritos homofóbicos no Fla-Flu (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)
Parte da torcida do Flamengo entoou gritos homofóbicos no Fla-Flu (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)

Julgado pelos gritos homofóbicos de parte da torcida no último clássico com o Fluminense, na semifinal da Taça Guanabara, o Flamengo foi absolvido nesta quinta-feira pela Quarta Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro pelo ato discriminatório (artigo 243-G), mas multado em R$ 50 mil por descumprir o regulamento da competição (artigo 191).

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A Procuradoria enquadrou o Flamengo nos artigos 191 (deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de regulamento de competição) e 243-G (praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência) do CBJD.

Leia também:

O presidente da sessão, Marcello Zorzenos, considerou o grito "time de v****" como uma injúria homofóbica, mas ressaltou que precisa haver uma pessoa específica ofendida, e não genérica. Por isso, votou pela absolvição por homofobia e pela multa de R$ 50 mil. A punição foi confirmada pela maioria dos votos dos relatores.

O Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBTI+ pediu para ingressar como terceiro interessado, mas teve o pedido negado pela comissão.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também