Flávio Gomes rebate declarações de Casimiro sobre Ana Moser: 'Videogame não é esporte'

Flavio Gomes criticou declaração de Ana Moser (Reprodução, Reprodução/Twitter)


A declaração da ministra do Esporte, Ana Moser, sobre os e-sports, segue repercutindo. Após a crítica do streamer Casimiro sobre a declaração da ex-jogadora de vôlei, o jornalista Flávio Gomes, falou sobre o assunto em coluna do 'UOL'. O comentarista rebateu os comentários do influenciador e concordou com a opinião da ex-atleta sobre a não classificação da atividade como esporte.

- A nova ministra do Esporte, Ana Moser, disse o óbvio: que esportes eletrônicos, nome bonito que praticantes dão aos videogames, não são esportes na acepção original da palavra. E que, por isso, não será de sua pasta que sairá qualquer iniciativa de financiamento ou fomento à, vá lá, modalidade. Foi o bastante para despertar a ira dos, vá lá, e-esportistas. A começar dos famosos streamers que fazem a vida transmitindo em plataformas online jogos de videogame - começou Flávio.

Durante live na Twitch, na última semana, Casimiro criticou as declarações de Ana Moser. O streamer afirmou que a ministra demonstrou 'ignorância' e que poderia ter usado 'frases melhores' para falar sobre o assunto. O influenciador também falou que o assunto, sequer, deveria ser debatido, e classificou a fala da ex-jogadora como 'grotesca e arcaica'. Flávio, então, rebateu Casimiro.

+ Depois de pedir mudança, Zico publica vídeo de música nova da torcida do Flamengo: 'Obrigado, nação'

- Casimiro, famosíssimo e riquíssimo, atacou Ana Moser, dizendo que sua entrevista foi "grotesca, grosseira e arcaica". Uai, por quê? (...) Debate que nem deveria ser debate? Então por que debater? Por que opinar, argumentar? Pode ter a opinião que quiser? Então por que rechaçar a opinião da ministra de forma tão agressiva e virulenta? - completou o jornalista.

Flávio Gomes terminou o longo texto com uma dura crítica, onde afirma que o governo não deve subsidiar os e-sports.

+ Bianca Andrade relembra fala de Fred antes de entrar no BBB 23: 'Vou te orgulhar'

- Também já tive 12 anos e na época ganhei um Telejogo da Philco. Ainda tenho e funciona. Não fez de mim um tenista, nem jogador de futebol. Talvez se no meu tempo já existisse o Wii, quem sabe? Mas o Wii, que pelo que sei fracassou, exigia que o praticante ficasse de pé e, de alguma forma, reproduzisse os movimentos do esporte que simulava. E não que o jogador ficasse horas trancado no quarto comendo Doritos e tomando Fanta. Não acho que governo nenhum tenha de subsidiar Doritos e Fanta para ninguém - concluiu.