Atlético de Madrid vira para cima do Real e fatura Supercopa da Europa

Cayo Pereira*
LANCE!
Koke comemora seu gol na final da Supercopa com Correa (RAIGO PAJULA/AFP/Getty Images)

Koke

Koke comemora seu gol na final da Supercopa com Correa (RAIGO PAJULA/AFP/Getty Images)

Em um jogo marcado por reviravoltas e herois, Real Madrid e Atlético fizeram uma partida muita luta e transpiração em Talín, na Estônia, pela decisão da Supercopa da Europa. Dessa vez, os colchoneros saíram com a taça frente ao maior rival, uma vitória épica na prorrogação pelo placar de 4 a 2, deu a redenção aos jogadores que sofreram com as derrotas na Liga dos Campeões.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

UM MINUTO, UM GOL
Em apenas 50 segundos de partida, o Atleti abriu o placar e se colocou no melhor cenário possível dentro da decisão. Mais encorpado e entrosado que o arquirrival, a ideia seria de que com a vantagem no placar, os colchoneros teriam mais tranquilidade para controlar a partida.

APÓS O SUSTO, O DOMÍNIO MERENGUE
Entretanto, quem passou a dominar as ações da partida foi o Real Madrid. Depois de sofrer um duro golpe logo no primeiro minuto de jogo, os merengues passaram a ditar o ritmo da partida.

Com posse de bola e sem dar espaços para o meio de campo do Atleti respirar, a equipe de Lopetegui conseguiu o empate na cabeçada de Benzema, quando já era muito superior na partida.

RAMOS CARRASCO
Na segunda etapa, o zagueiro artilheiro apareceu de novo no caminho do Ateti. Além de fazer seu papel no setor defensivo, Sergio Ramos novamente foi uma pedra no sapato dos colchoneros, ao colocar o Real Madrid em vantagem parcial durante a segunda etapa, novamente de cabeça.

Com o gol de hoje, o polêmico defensor espanhol chegou a incrível marca de três gols em três finais europeias contra o Atlético de Madrid. Em 13/14, marcou o tento histórico no minuto 93 para levar o jogo à prorrogação, e em 16/17 abriu o placar, também no jogo aéreo, no San Siro.

DIEGO COSTA DECISIVO
Se por um lado Sergio Ramos é importante para o Real Madrid, o hispano-brasileiro foi o melhor em campo do lado rojiblanco e no geral. Com dois gols, Costa manteve o sonho do Atlético vivo no cenário mais improvável possível e levou a partida para o tempo extra.

FINAL FELIZ PARA O ATLETI
Na prorrogação, nada de pesadelo para os colchoneros. Depois de duas decisões perdidas para o maior rival no tempo extra, dessa vez a sorte e a competência estiveram no lado dos comandados de Simeone.

Em falha da zaga merengue, Saul marcou o gol mais bonito da partida para colocar o Atleti em vantagem. Pouco tempo depois, Koke deu números finais ao embate em que, finalmente, os colchoneros saíram vitoriosos frente ao maior rival da cidade.

FICHA TÉCNICA

REAL MADRID 2x4 ATLÉTICO DE MADRID

Local: Lilleküla Stadium
Data-Hora: 15/08/2018 - 16h
Árbitro: Szymon Marciniak (POL)
Assistentes: Pawel Sokolnicki (POL) e Tomasz Listkiewicz (POL), com os adicionais Pawel Raczkowski (POL) e Tomasz Musiał (POL)
Público:
Cartões amarelos: Marcelo (RMA); Correa (ATL), Diego Costa (ATL)
Cartões vermelhos: -
Gols: Diego Costa 1' 79', Saúl 98', Koke 104' (ATL); Benzema 27', Ramos 63' (RMA)

REAL MADRID: Navas; Carvajal, Ramos, Varane, Marcelo; Casemiro, Kroos, Isco; Asensio, Bale e Benzema
Técnico: Julen Lopetegui

ATLÉTICO DE MADRID: Oblak; Juanfran, Savic, Godin, Lucas; Lemar, Rodrigo, Saúl, Koke; Griezmann e Diego Costa
Técnico: Diego Simeone

Leia também