Final da Copa do Rei será disputada a portas fechadas, diz federação espanhola

·1 minuto de leitura
Copa do Rei

MADRI (Reuters) - A final adiada da Copa do Rei de 2019-20 será disputada a portas fechadas, informou a Federação Espanhola de Futebol (RFEF) nesta quinta-feira.

Esperava-se que adiar o jogo, no qual se enfrentarão os rivais bascos Real Sociedad e Atlético de Bilbao, até 3 de abril permitiria a volta dos torcedores após a pandemia de Covid-19.

Na quarta-feira, a rádio Cadena Ser noticiou que a RFEF planejava permitir que o estádio La Cartuja de Sevilha recebesse entre 20% e 25% das 60 mil pessoas que consegue acolher.

Mas a ministra da Saúde espanhola, Carolina Darias, disse que o governo impedirá a medida, acrescentando que "não é oportuno" ter torcedores de volta aos estádios tão cedo.

A RFEF emitiu um comunicado na manhã desta quinta-feira dizendo: "A epidemia atual, e as restrições estabelecidas, conforme as quais as fronteiras da Comunidade Autônoma da Andaluzia e a província de Sevilha estão fechadas, significam que não é viável para os torcedores que não moram na área local comparecerem ao jogo".

"Isto foi transmitido aos dois clubes, que disseram que aceitariam e apoiariam qualquer decisão que a RFEF tomar."

"Em particular, o fato de que torcedores de nenhum lado poderiam viajar para o jogo foi levado em conta."

"Assim sendo, o Departamento de Saúde do governo da Andaluzia e a RFEF chegaram ao acordo de que o jogo acontecerá a portas fechadas no Cartuja."

(Por Joseph Walker)