Barcelona encara Roma com folgada vantagem para voltar às semis após 2 anos

EFE

Redação Central, 9 abr (EFE).- O Barcelona, com vantagem confortável por ter vencido a Roma, em casa, por 4 a 1, visitará nesta terça-feira o Estádio Olímpico, de olho em sacramentar o fim de jejum de duas temporadas sem alcançar a Liga dos Campeões da Europa, enquanto o time do goleiro Alisson tentará virada épica.

Na última quarta-feira, a equipe catalã levou a melhor graças a uma noite infeliz da defesa da equipe italiana, que marcou dois gols contra, com o volante Daniele De Rossi e o zagueiro Kostas Manolas. O zagueiro Gérard Piqué e o atacante Luis Suárez também marcaram. O centroavente Edin Dzeko descontou para os visitantes.

A vitória do Barça na ida obriga que a Roma leve a melhor nesta terça-feira por 3 a 0 ou, então, por quatro gols de diferença para avançar nos 90 minutos de tempo normal. Caso devolva o placar de 4 a 1, os anfitriões forçarão a disputa de prorrogação.

Caso confirme a classificação às semifinais, os comandados por Ernesto Valverde encerrarão traumática sequência de duas eliminações nas quartas, sofridas para Atlético de Madrid, em 2015/2016, e Juventus, em 2016/2017, curiosamente, ambos vices nas respectivas temporadas.

Para o duelo no Estádio Olímpico, além do meia Philippe Coutinho, que não pôde ser inscrito por já ter participado da competição, pelo Liverpool, o lateral-esquerdo Lucas Digne também está fora. Poupados no jogo com o Leganés, pelo Campeonato Espanhol, o zagueiro Samuel Umtiti e o volante Sergio Busquets voltam ao time.

A principal dúvida para a definição no 11 inicial, é entre manter o ataque com três atacantes, ou incluir um homem com maior poder de marcação no meio. Assim, Ousmane Dembélé, André Gomes e Paulinho estão disputando o lugar no time.

A Roma, que já surpreendeu na fase de grupos, ao liderar grupo com o Chelsea - vítima do Barça nas oitavas - e Atlético de Madrid, terá que repetir o que já fez duas vezes nesta edição da 'Champions'. Os comandados por Eusebio Di Francesco bateu os 'Blues' por 3 a 0, assim como o modesto Qarabag, do Azerbaijão.

No Estádio Olímpico, a equipe da capital italiana ainda não sofreu gol, muito, graças as atuações inspiradas de Alisson, inclusive, o principal destaque 'giallorossi' na derrota sofrida há quase uma semana no Camp Nou.

Para o jogo, a Roma contará com os retornos do volante Radja Nainggolan e o meia-atacante Cengiz Under, ambos recuperados de lesão. Por outro lado, o meia Diego Perotti, que se lesionou na partida de ida, está vetado para o duelo.

Quem deve perder lugar, com relação a escalação do primeiro jogo é o lateral-direito Bruno Peres, já que Florenzi tende a ser recuado, permitindo que Stephan El Shaarawy seja escalado entre os titulares.


Prováveis escalações:.

Roma: Alisson; Florenzi, Fazio, Manolas e Kolarov; Strootman, De Rossi e Nainggolan; El Shaarawy, Under e Dzeko. Técnico: Eusebio Di Francesco.

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Piqué, Umtiti e Jordi Alba; Sergio Busquets, Rakitic, Paulinho (ou Dembélé) e Iniesta; Messi e Luis Suárez. Técnico: Ernesto Valverde.

Árbitro: Clément Turpin (França), auxiliado pelos compatriotas Nicolas Danos e Cyril Gringore.

Estádio Olímpico, em Roma (Itália). EFE


Leia também