Com dores, Kalou sequer fica no banco do Botafogo contra o Goiás

Sergio Santana
·1 minuto de leitura


A passagem de Salomon Kalou pelo Botafogo deve ser finalizada pela porta de trás. Em negociação para rescindir o contrato antes do término original do vínculo - dezembro de 2021 -, o marfinense sequer ficará no banco de reservas do Alvinegro na partida diante do Goiás, neste sábado, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Hailé Pinheiro, como informou primeiramente o portal "Fogo na Rede".

Vale ressaltar que, mesmo com estes trâmites burocráticos, a ausência de Kalou contra o Goiás não necessariamente tem relação com a negociação da rescisão. O marfinense levou uma pancada no treino da última sexta-feira, não participou da última atividade do Botafogo por conta de dores e, por isto, ficou fora da relação.

O marfinense não viajou para Goiânia e, consequentemente, fica fora das opções disponíveis do treinador interino Lúcio Flávio diante do Esmeraldino. Já rebaixado, o Botafogo quer dar espaço para os jovens criados nas categorias de base terem tempo de jogo.

Durcesio Mello, novo presidente do Botafogo, avalia, internamente, como essencial a possível saída de Kalou. Com o maior salário do elenco, o marfinense está fora da realidade financeira do Alvinegro, que disputará a Série B, para o restante de 2021.

Caso se confirme a rescisão e o fim da passagem, o camisa 8 se despede do clube de General Severiano com apenas um gol marcado em 27 partidas disputadas, não fazendo jus à euforia por parte dos torcedores na época da contratação.