Flamengo decide pagar premiação a todos funcionários

Lazlo Dalfovo
LANCE!
Rodolfo Landim é o presidente do Flamengo (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)
Rodolfo Landim é o presidente do Flamengo (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)

A polêmica do critério das premiações do Campeonato Brasileiro e da Libertadores chegou ao fim. Após a final do Mundial de Clubes, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e jogadores chegaram a um acordo em relação à bonificações dos funcionários do clube. Eles serão agraciados até o fim da próxima semana.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

A informação inicial é do site UOL. A flexibilidade foi confirmada após a final do Mundial de Clubes, conquistada pelo Liverpool com uma vitória por 1 a 0, em Doha, no Estádio Internacional Khalifa. A pendência em relação ao dinheiro a ser pago veio na bagagem para a capital do Catar.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Mais cedo, o site do Globo Esporte dava conta que Landim não foi a favor do sugerido por atletas em relação à fatia de parte do departamento de futebol, que teria direito a 30%, ao todo. O previsto era que até o dia 23 deste mês, quando a bonificação do Brasileirão entrasse no conta, tudo estaria resolvido.

No entanto, Landim e o grupo, que teve os capitães Diego, Diego Alves e Everton Ribeiro em reivindicações, não chegaram a acordo, já que o presidente considerou a quantia para o restante do departamento de futebol, com a execução de Jorge Jesus e dos outros portugueses da comissão técnica, alta.

Após o jogo contra o Liverpool, Everton, capitão do time, confirmou a conversa e avisou que o grupo lutaria pelo interesse de todos. Agora, o Fla está de férias. Só retorna dia 23 de janeiro. Já ao Rio, chega por volta das 20h (de Brasília).

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também