Fim da novela? XP e Itaú chegam a acordo de separação

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Fachada de agência do Itaú. (Foto: Getty Images)
Fachada de agência do Itaú. (Foto: Getty Images)

O Itaú anunciou esta semana que fechou um acordo com a XP para sacramentar sua separação. As informações são de reportagem do UOL.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Para solucionar o imbróglio, será criada uma nova empresa, a XPart, que dará conta da separação – a XP Inc. vai incorporar essa empresa e realizar a distribuição acionária ao Itaú.

O arranjo ainda depende de aprovação do banco central dos Estados Unidos, o FED.

Leia também:

O movimento pode levar ao fim de uma história que começou com uma união de papel passado, onde o banco Itaú comprou 49,9% da XP Investimentos na época da sua oferta de ações, três anos atrás, e acabou em lavagem de roupa suja em rede nacional, por meio de campanhas publicitárias agressivas dos dois lados, e finalmente, o anúncio da separação.

Quando o Itaú comprou grande parte das ações da XP, anos atrás, o mercado viu o movimento como uma estratégia “defensiva”, uma tentativa de manter sob relativo controle a emergência de novas plataformas digitais de investimento.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube