Fim da novela! Corinthians confirma saída do técnico Vítor Pereira

Vítor Pereira deixa o Corinthians após somente uma temporad à frente do clube (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

O presidente do Corinthians Duílio Monteiro Alves confirmou que o técnico Vítor Pereira não ficará no clube alvinegro em 2023. O cartola fez um pronunciamento após a derrota corintiana para o Atlético-MG, na Neo Química Arena, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

- Hoje encerramos um ciclo. O Vítor Pereira e sua comissão técnica não vão permanecer no clube. O contrato se encerra e não foi renovado. O Corinthians fez uma boa temporada na minha avaliação. A gente vem fazendo várias avaliações no último mês. Quando muito se falava de planejamento, o Corinthians já vinha trabalhando. Então a gente põe um ponto final na temporada de 2022 que, para mim, foi boa. Estamos na Libertadores do ano que vem, com uma vaga direto, e seguiremos trabalhando muito para ter um 2023 melhor ainda - disse o presidente corintiano.

Vítor gostaria de seguir no clube alvinegro, que também tinha a renovação com o profissional como prioridade, mas problemas na família do português fizeram com que ele optasse pelo fim do casamento com o Timão.

O treinador comandou o Timão em 58 oportunidades, com 23 vitórias, 20 empates e 15 derrotas, aproveitamento de 55,9%. Sob a tutela do português, o clube alvinegro chegou ao vice-campeonato da Copa do Brasil, à melhor campanha na Libertadores desde o título, em 2012, chegando até às quartas de final, e à classificação à fase de grupos da Liberta no ano que vem, ficando na 4ª colocação do Campeonato Brasileiro. No Paulistão, o Time do Povo chegou até a semifinal, mas VP dirigiu a equipe em apenas seis jogos do Estadual.

Em seis ocasiões o Timão foi dirigido pelo auxiliar técnico Filipe Almeida, por motivos de suspensão de Vítor Pereira e também por conta da contaminação do técnico pela Covid-19 no início do ano. Com o membro da comissão de VP, o Corinthians venceu três, empatou um e perdeu dois jogos. Além de Filipe, a comissão de VP também tinha o auxiliar Luís Miguel, os analistas Bruno Moura e Luís Nédio, e o preparador físico António Ascensão, todos portugueses, e que deixarão o clube.