Filmar os treinos pode ajudar a melhorar a performance

Vida e Tal
·2 minuto de leitura


O nosso corpo pode nos enganar, mesmo para um atleta experiente. Por isso, em tempos de isolamento social, em que muitos atletas têm treinado sozinhos, é importante ter um feedback. Na falta de um treinador, é importante gravar os treinos para assisti-los depois e analisar se os movimentos estão corretos. Mesmo que haja o acompanhamento de um profissional na prática esportiva, este recurso também pode ser utilizado, visto que ajuda na consciência corporal. As dicas são do atleta e filmmaker Daniel Cajal, patinador e paraquedista especializado em filmagens de esportes radicais.

- A nossa percepção corporal muitas vezes nos engana. Para todos os esportes é essencial fazer movimentos corretos para otimizar os resultados e também evitar lesões - afirma Cajal.

Isso vale para todos, desde os que praticam atividades físicas apenas por lazer, até os profissionais. Os equipamentos recomendados por ele são a GoPro e um tripé Max Grip, no entanto, se não estiver disposto a investir, pode ser o celular. A primeira dica dele para exercícios em casa é posicionar sempre o equipamento de frente para você, de preferência a uma distância de cerca de 2 metros, e a altura deve ser de 1 metro em relação ao chão.

- Se você não tiver um tripé, pode apoiar em uma cadeira - explica. - Deixe o celular ou a câmera gravando o tempo todo para não perder nenhum movimento. Após gravar, não apenas assista ao vídeo, mostre também a um profissional e peça sua opinião. Pelo vídeo será mais fácil ver e entender seus erros e acertos. Já para os praticantes de esportes de ação ou outdoor, a recomendação é investir em uma GoPro.

Daniel Cajal explica que a marca oferece uma gama de equipamentos que se ajustam a diferentes necessidades.

- Este é o caso de quem pratica surfe, mergulho, paraquedismo e ciclismo, por exemplo, pois dependendo do local e das questões climáticas, como vento, chuva e areia, o celular não apenas captará imagens de forma mais limitada, mas também poderá ser danificado, por isso vale a pena investir em algo mais específico - alerta Cajal.