Filipina ouro no levantamento do peso diz que delegação chinesa pressionou seu treinador

·1 minuto de leitura
Tokyo 2020 Olympics - Weightlifting - Women's 55kg - Medal Ceremony - Tokyo International Forum, Tokyo, Japan - July 26, 2021. Gold medalist Hidilyn Diaz of the Philippines reacts. REUTERS/Edgard Garrido
Hidilyn Diaz se emocionou muito com a medalha de ouro em Tóquio. Foto: Edgardo Garrido/Reuters

Hidilyn Diaz, primeira medalhista de ouro da história das Filipinas, disse para o jornal The Inquirer que o time chinês de halterofilismo ficou irritado com seu treinador após a conquista. A filipina é treinada por Gao Kaiwen desde que ela conquistou o ouro nos jogos asiáticos de 2018.

De acordo com Diaz, seu treinador foi pressionado por compatriotas do time chinês a relevar a força da filipina, para que eles soubessem o quanto ela poderia levantar. "Os chineses não acreditaram que eu era tão forte. Eles ficaram irritados com ele (Gao Kaiwen) porque ele não revelou o quanto eu conseguia levantar", afirmou Diaz.

Leia também:

"Eu pensei: Porque ele compartilharia isso? Ele está aqui para trabalhar comigo e me tornar mais forte. Isso deixa sentimentos mistos, ainda mais po conta da situação política entre os países por conta da saída do mar. Enquanto não há guerra, eu fui capaz de representar as Filipinas e bater a China." completou a filipina.

A halterofilista conquistou o ouro na categoria até 55kg ao levantar 224kg (97kg no arranco e 127kg no arremesso). Diaz levantou apenas 1kg a mais que a medalhista de prata Liao Quiuyun. A distância tão pequena entre a filipina e a chinesa ajuda a explicar a irritação do time chinês. Eles acreditam que, caso soubessem exatamente o que Diaz conseguia levantar, o ouro poderia ter ido para Liao.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos