Filipe Toledo abandona bateria, mas avança na França e segue Medina

Filipe Toledo precisa chegar à semifinal da etapa de Peniche para passar Gabriel Medina (Foto: Divulgação/WSL)
Filipe Toledo precisa chegar à semifinal da etapa de Peniche para passar Gabriel Medina (Foto: Divulgação/WSL)


Em uma briga acirrada com Gabriel Medina pelo título do Circuito Mundial de surfe (WCT), FIlipe Toledo precisou se superar para vencer sua bateria de estreia na etapa de Hossegor, da França, a nona da temporada. Nesta quinta-feira, o surfista sentiu dores nas costas e a abandonou a disputa a oito minutos do fim, mas passou para a terceira fase em primeiro lugar, assim como o bicampeão mundial.

O problema vem incomodando o paulista desde a etapa de Jeffreys Bay, África do Sul, e se agravou durante os Jogos Mundiais da Associação Internacional de Surfe (ISA, em inglês). Ele tinha de disputar a competição, no Japão, para se tornar elegível aos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. A Liga Mundial de Surfe (WSL) informou que Toledo segue na competição.

Filipe, que busca o seu primeiro título mundial, conseguiu somatório de 12,63 (6,33 e 6,30 como melhores notas) e venceu os franceses Joan Duru (10,60) e Marc Lacomare (9,74) para avançar. Já Medina garantiu sua classificação direta com 14,40 (7,00 e 7,40), contra 11,87 de Michael. O francês Marco Mignot foi o terceiro colocado (11,04).

Italo Ferreira, que corre por fora na disputa pela taça, e Peterson Crisanto também passaram na primeira colocação nas disputas que travaram na água. Michael Rodrigues, Yago Dora, Willian Cardoso e Jessé Mendes se classificaram em segundo lugar. Já Caio Ibelli, Jadson André e Deivid Silva terminaram terão de passar pela repescagem, após ficarem em terceiro.

Italo somou 11,94 para vencer o português Frederico Morais (10,10). Caio, que estava na mesma bateria, não conseguiu nota suficiente para ao menos terminar entre os dois primeiros.

Com 14,33, Yago ficou em segundo lugar contra o italiano Leonardo Fioravanti (14,40). O americano Kolohe Andino ficou em último, com 14,00.

Willian teve dificuldades contra o australiano Owen Wright e terminou o confronto com 13,34, contra 15,10 do oponente. Jesse Mendes, com 11,67, ficou atrás do americano Kelly Slater, que totalizou 13,84.













Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também