Filhos e netos de Pelé se despedem

CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) - O trigésimo dia de Pelé no hospital foi marcado pela despedida. Nesta quinta-feira (29), o rei do futebol morreu, deixando família, amigos e fãs, aos 82 anos de idade, em São Paulo. A primeira a dar adeus ao pai publicamente foi Kely Nascimento.

Na foto publicada por ela, diversas pessoas embalam as mãos de Pelé. "Tudo que nos somos é graças a você. Te amamos infinitamente. Descanse em paz", escreveu em seu Instagram.

O registro cita o perfil de familiares, entre eles Flavia Arantes do Nascimento, Arthur, Celeste, Ruby, Joshua, Edinho, Gemima McMahon, Ella, Sophia, Stephany, Gabriel e Octavio.

Edinho, filho do jogador, voltou ao Paraná para comandar os treinos do Londrina, onde é técnico, logo após passar o natal com a família no Hospital Albert Einstein.

Ele publicou nesta tarde uma foto em que aparece correndo de mãos dadas com o pai. "Vai com Deus, meu Pai", escreveu. O técnico foi dispensado de suas obrigações e viaja hoje para São Paulo, onde encontrará a família.

Octavio Felinto Net, neto do craque, publicou uma foto com o avô e o irmão. Sua mãe é Sandra Regina, que foi reconhecida como filha de Pelé na Justiça e morreu em 2006 em decorrência de um câncer de mama. Ela não tinha contato com o pai.

Na quarta-feira (28), Octavio e o irmão, Gabriel Arantes, apareceram em uma foto ao lado de Kely e Flavia Arantes do Nascimento, filhas reconhecidas pelo jogador.

Os irmãos fizeram uma postagem conjunta no Instagram na qual diziam que "errar e acertar fazem parte da nossa vida, nem tudo é mil maravilhas, toda família tem brigas e rusgas, a nossa não é diferente, mas a momentos que a união e o amor são mais importantes do que qualquer coisa".

"Agradeço a Deus por ter proporcionado esse momento, pois era o que minha mãe mais sonhava, tem coisas que uns plantam e outros colhem, e nós estamos colhendo", escreveu em outro trecho.