Filho de Beto, Pedrinho assina o primeiro contrato profissional no Flamengo com multa astronômica

·1 minuto de leitura


Um dos destaques da geração 2003 do Flamengo, o meia Pedrinho, de 18 anos e filho de Beto, ex-jogador do clube, assinou o primeiro contrato profissional com o Rubro-Negro. O vínculo é até dezembro de 2023. Já a multa rescisória é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 307,5 milhões) para clubes de fora do país.

+ Flamengo concretiza a 11ª saída em 2021; veja a lista e os próximos da barca

- Feliz por mais uma conquista na minha carreira. Hoje (terça-feira), assinei meu primeiro contrato profissional no clube que me formou. Só tenho a agradecer a Deus, minha família que está comigo em todos os momentos e a Lifepro (agência empresarial) por todo apoio.

Pedrinho vem atuando com frequência na equipe sub-20 nesta temporada, logo em seu primeiro ano do atleta na categoria, que agora será treinada por Fábio Matias, ex-Internacional (Maurício Souza foi efetivado na comissão técnica do elenco profissional do Fla).

+ Caminho até Montevidéu: veja o chaveamento da Libertadores

Em 2020, Pedrinho foi semifinalista do Brasileiro Sub-17 e esteve nas quartas da Copa do Brasil Sub-17. Ele ganhou holofotes também pela versatilidade nas funções do meio-campo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos