Filha de Pelé nega em entrevista que pai esteja em cuidados paliativos

Torcedores se dão as mãos durante vigília em frente ao hospital Albert Einstein, onde Pelé está internado em São Paulo

Por Eduardo Simões

(Reuters) - Flávia Arantes do Nascimento, uma das filhas de Pelé, negou em entrevista à TV Globo que foi ao ar na noite deste domingo que o ex-jogador esteja em cuidados paliativos e que tenha deixado de responder à quimioterapia para tratar de um câncer no cólon detectado em 2021.

"É muito injusto começarem a falar que está em estado terminal, com tratamento paliativo. Não é isso. Acreditem na gente", disse Flávia em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo.

No sábado, o jornal Folha de S.Paulo publicou que Pelé, de 82 anos e tricampeão mundial com a seleção brasileira, havia parado de responder à quimioterapia e havia sido colocado em cuidados paliativos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde se internou na última terça-feira para reavaliar o tratamento contra o câncer.

Em boletim médico no sábado, o hospital disse que Pelé, amplamente apontado como maior jogador de futebol de todos os tempos, estava em condição estável e respondendo aos cuidados para tratar de uma infecção respiratória diagnosticada na sexta-feira.

Kely Nascimento, outra filha de Pelé que também deu entrevista ao Fantástico, disse que o pai teve Covid-19 há cerca de três semanas, o que acabou gerando uma infecção no pulmão.

"Umas três semanas atrás ele pegou Covid. Ele está vacinado, com todas as vacinas, mas por causa do medicamento do câncer, da quimioterapia, que está fragilizado, pegou uma infecção no pulmão. Por isso que ele foi para o hospital", disse Kely, que acrescentou que o pai voltará para casa assim que se recuperar da infecção.

Flávia também negou que Pelé tenha parado de responder ao tratamento contra o câncer, afirmou que os medicamentos tomados pelo Rei do Futebol estão sendo modificados e disse que o fato de o pai estar vivo é sinal que o tratamento está funcionando.

"Não teve a remissão total do câncer, e isso vai sendo tratado com a quimio. No início, era um tipo de quimio e agora é outro tipo. É assim, acertos e erros. Falar que não deu certo... Só não vai dar certo na hora de ir embora. Mas não é hora de ir embora. Mas está em tratamento, sim, e está tudo certo", disse a filha de Pelé.

Em publicação em sua conta no Instagram no sábado, acompanhada do boletim médico do hospital, Pelé disse que estava forte e com esperanças e que escrevia para "manter todos tranquilos e com o pensamento positivo".

Pelé tem sofrido com problemas de saúde nos últimos anos, que o levaram também a uma cirurgia no quadril e à necessidade de ajuda para caminhar. Ele tem reduzido suas aparições públicas desde então.