Fifa seleciona brasileira para apitar Mundial de Clubes em fevereiro

·1 minuto de leitura
Edina Alves Batista apita no Brasileirão e participou da Copa do Mundo Feminina na França em 2019

A brasileira Edina Alves foi selecionada pela Fifa como um dos sete principais árbitros encarregados de apitar as partidas do próximo Mundial de Clubes Catar-2020, que será disputado de 1º a 11 de fevereiro.

Essa escolha "dá continuidade ao caminho iniciado no Mundial Sub-17 da Fifa Índia-2017, na qual a árbitra suíça Esther Staubli apitou. Posteriormente, a uruguaia Claudia Umpiérrez dirigiu duas partidas no Mundo Sub-17 da Fifa Brasil-2019", justificou a Fifa em um comunicado.

Essa não será a única representante feminina no torneio do Catar, que não pôde ser disputado nas datas inicialmente previstas devido à pandemia de covid-19, já que a também brasileira Neuza Back e a argentina Mariana de Almeida participarão como assistentes.

Ao lado da árbitra brasileira de 40 anos, que apita no Brasileirão desde 2019 e que participou da Copa do Mundo Feminina realizada na França em julho daquele ano, outro representante da Conmebol, o uruguaio Leodán González, também será o árbitro principal auxiliado por seus compatriotas Nicolás Tarán e Richard Trinidad.

O guatemalteco Mario Escobar participará do evento como integrante da outra confederação americana, a Concacaf, auxiliado por seu compatriota Humberto Panjoj e pelo jamaicano Nicholas Anderson.

Entre os sete árbitros do VAR, foram convocados o chileno Julio Bascuñán e o colombiano Nicolás Gallo, enquanto o canadense Drew Fischer representará a Concacaf.

"Todos os árbitros selecionados finalizarão seus preparativos no Catar durante a semana que antecede a primeira partida", disse a Fifa.

mcd/psr/aam