Fifa pune Senegal por episódio com lasers em jogo contra Egito pela vaga na Copa do Mundo

Senegal é punido pela Fifa (Foto: CHARLY TRIBALLEAU / AFP)


A Fifa puniu a federação senegalesa de futebol nesta segunda-feira devido ao episódio com lasers no jogo entre Senegal e Egito que valia a vaga para a Copa do Mundo de 2022. A federação do país terá que pagar uma multa de 175 mil francos suíços (cerca de R$ 893 mil) e perderá um mando de campo.

> Ex-companheiro de Cristiano Ronaldo diz que português pode deixar o Manchester United

Na ocasião, a torcida do Senegal abusou dos lasers para atrapalhar o desempenho dos jogadores adversários na cobrança de pênalti. Um deles, Salah desperdiçou uma penalidade que levou a eliminação do Egito.

De acordo com a entidade, a federação senegalesa não cumpriu com questões de ‘ordem e segurança nas partidas’. Os senegaleses falharam para manter a lei no estádio e permitiu a ‘invasão de campo’, ‘uso de lasers’ e entre outros.

O Senegal venceu nos pênaltis e garantiu a vaga na Copa do Mundo. A equipe se junta ao Grupo A com Qatar, Equador e Holanda.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos