Fifa estuda a criação do Mundial de clubes feminino

·2 min de leitura
Atual campeão da Libertadores feminina, Corinthians torce por Mundial de Clubes. Foto: Buda Mendes/Getty Images
Atual campeão da Libertadores feminina, Corinthians torce por Mundial de Clubes. Foto: Buda Mendes/Getty Images

A Fifa tem pensado em algumas mudanças para tentar ajudar no desenvolvimento do futebol feminino. Entre elas, está inclusão de um Mundial de Clubes a cada dois anos no calendário da modalidade.

De acordo com a entidade, esses campeonatos aconteceriam nos anos pares, a partir de 2024. Já a Copa do Mundo de seleções ficaria nos anos ímpares. A Fifa já tem até o período ideal para a competição, entre janeiro e agosto. A ideia é que a competição seja, longa, para mais de 20 dias – o atual torneio masculino tem entre nove e dez dias.

Leia também:

O formato também já foi pensado pela federação, que pretende incluir 12 clubes em um primeiro momento, número que poderia aumentar depois. Essa primeira dúzia de equipes seria dividida em quatro grupos de três, com o campeão de cada chave avançando às semifinais.

"Caso o conceito bienal da Copa do Mundo seja implementado, uma sugestão seria organizar a Copa do Mundo de Clubes feminino em um ciclo bienal com início em 2024. Isso seria permitir que a Fifa use o ímpeto da Copa do Mundo feminina de 2023 [na Austrália e Nova Zelândia] como um trampolim para o lançamento da nova competição de clubes e garantiria a realização de um grande evento de futebol feminino a cada ano, alternando clubes e exposição da seleção nacional no nível mais alto", diz o relatório.

Apesar do projeto, a Fifa tem um problema para resolver, pois apenas três das seis confederações têm torneios continentais: a Conmebol (com a Libertadores Feminina), a Uefa (com a Euro Feminina) e a Confederação Africana (Copa das Nações Africana Feminina). Por conta disso, a proposta inicial não limitaria o número de equipes por continente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos