Fifa decide não punir Noruega por protesto contra situação de trabalhadores da Copa do Catar

LANCE!
·1 minuto de leitura


A Fifa decidiu não punir a seleção norueguesa pelo protesto contra as más condições de trabalho dos operários que atuam nas obras para a Copa de 2022, no Catar. O ato foi realizado nesta quarta-feira, antes da vitória da Noruega, por 3 a 0, contra Gibraltar, pelas Eliminatórias Europeias.

> Veja a tabela das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo 2022.

A frase escrita na camisa dos atletas noruegueses, dizia '“Direitos humanos, dentro e fora de campo". No aquecimento, os jogadores também exibiram uma mensagem: “Respeito, dentro e fora de campo”.

A Fifa se manifestou dizendo que acredita na 'liberdade de expressão', por isso, não optou por punir a equipe norueguesa.

- A Fifa acredita na liberdade de expressão e no poder do futebol como uma força do bem. Nenhum processo disciplinar em relação a este assunto será aberto pela FIFA", disse a organização em comunicado oficial.