FIFA atualiza regulamento e garante mais proteção aos treinadores; entenda

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

O novo regulamento internacional de transferências, o qual teve suas mudanças aprovadas pelo Conselho da FIFA no último mês de dezembro de 2020, trouxe mudanças importantes para o futebol mundial. Em documento, a entidade máxima do esporte garantiu, por exemplo, a criação da licença-maternidade para as atletas mulheres.

Além dessa importante garantia para o futebol feminino, como informa o UOL Esporte, o novo regulamento também trouxe mudanças significativas para a relação empregatícia entre os treinadores e os clubes/federações.

A FIFA quer dar mais proteção aos treinadores. | Bruna Prado/Getty Images
A FIFA quer dar mais proteção aos treinadores. | Bruna Prado/Getty Images

De acordo com o portal, o documento deu mais proteção aos treinadores, o quais passam a ter uma estabilidade contratual semelhante a garantida aos jogadores, proibindo a rescisão sem justa causa e garantindo indenização equivalente ao valor total ao qual o técnico receberia até o fim do contrato – descontando o montante que o técnico venha a receber de uma nova equipe.

Um ponto a ser destacado é que os clubes e federações que não honrarem com seus compromissos financeiros juntos aos treinadores poderão sofrer sanções disciplinares da FIFA.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.