Fifa anuncia punições à Rússia por conta de guerra com a Ucrânia

Jogadores da Rússia depois de partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022, contra a Croácia. Foto: Sergei Bobylev\TASS via Getty Images
Jogadores da Rússia depois de partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2022, contra a Croácia. Foto: Sergei Bobylev\TASS via Getty Images

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Fifa (Federação Internacional de Futebol) anunciou neste domingo (27) punições à Rússia devido à invasão da Ucrânia.

Jogos de competições internacionais que envolvam a Rússia ou seus clubes não poderão ser disputados no país e a Rússia deverá competir sob o nome União de Futebol da Rússia. A federação também determinou que o hino do país não poderá ser tocado e sua bandeira, exibida.

As medidas são semelhantes ao pedido que o COI (Comitê Olímpico Internacional) fez a federações nacionais.

Em comunicado, a Fifa afirma que "gostaria de reiterar sua condenação ao uso da força pela Rússia na invasão da Ucrânia. A violência nunca é uma solução e a Fifa expressa sua mais profunda solidariedade a todas as pessoas afetadas pelo que está acontecendo na Ucrânia".

"Em relação às próximas eliminatórias da Copa do Mundo da Fifa 2022, a Fifa tomou nota das posições expressas nas mídias sociais pela Federação Polonesa de Futebol, a Associação de Futebol da República Tcheca e a Federação Sueca de Futebol e já dialogou com todos os essas associações de futebol. A Fifa permanecerá em contato próximo para buscar soluções adequadas e aceitáveis em conjunto."

O presidente da Federação Polonesa de Futebol criticou as medidas anunciadas pela Fifa e disse considerá-las "totalmente inaceitáveis". "Não estamos interessados em participar desse jogo de aparências. Nossa postura permanece a mesma: a Seleção Polonesa NÃO JOGARÁ com a Rússia, não importa qual seja o nome da equipe", escreveu no Twitter.