Fifa abre procedimento disciplinar e CBF tem seis dias para se defender sobre partida contra Argentina

·2 minuto de leitura


A Fifa abriu um procedimento disciplinar para analisar qual será o resultado da partida paralisada entre a Seleção Brasileira e a Argentina no último domingo. De acordo com o UOL, a CBF já foi notificada do processo e tem seis dias para enviar sua defesa à entidade. Em nota publicada nesta segunda-feira, a Confederação disse não ter interferido para a participação dos jogadores argentinos no confronto.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

- Recebemos a notificação hoje e temos o prazo para mandar a defesa. Estamos muito tranquilos porque vamos passo a passo. Primeiro, fizemos as notificações tanto à Conmebol tanto quanto à AFA, que é uma questão de cordialidade. O protocolo de intenções da Conmebol sobre as Eliminatórias fala que tem que se respeitar as regras sanitárias do país - informou a CBF.

- Outro detalhe: nós, em momento algum, desde que perdemos nove atletas, pedimos para não jogar. Os argentinos vêm, descumprem as regras sanitárias brasileiras. Então, quem deu causa à suspensão da partida não fomos nós - acrescentou Gabriel Feijó, vice-presidente da CBF.

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

- As quatro pessoas que adentraram ao campo entraram para cumprir regras de poder que eles tinham, que era deportar os jogadores. Era Polícia Federal, não era qualquer pessoa estranha. Se os jogadores saíssem de campo e entrassem outros três, o jogo aconteceria. Quem deu causa não foi à CBF - disse o dirigente.

- Tive contatos, sim, para que a Anvisa cumprisse as regras dela, mas não da forma que estava cumprindo. Ela deixou para cumprir dentro do campo... A Anvisa fez o papel dela, não devemos questionar, se o cara mentiu na entrada do país e desrespeitou a ordem da quarentena. Não podemos ser contra essa decisão. Pessoalmente, acho que deveria ter sido feito na saída do hotel ou na chegada ao estádio - concluiu Feijó.

No domingo, após cerca de uma hora de mistério e confusão causada por argentinos violarem leis sanitárias, a Conmebol confirmou que o confronto válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 foi suspenso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos