FIA ajusta regra de pneus após incidente de Russell no GP de Sakhir

Luke Smith
·2 minuto de leitura

O carro de George Russell foi acidentalmente equipado com os dois pneus médios dianteiros de um jogo de Valtteri Bottas no GP de Sakhir no início deste mês, durante sua participação como substituto de Lewis Hamilton pela Mercedes.

Equipe alemã chamou Russell na volta seguinte para colocar de volta um novo jogo de pneus, mas uma investigação dos administradores por misturar os jogos de pneus foi iniciada.

A Mercedes recebeu uma multa de 20 mil euros pelo incidente depois que os comissários aceitaram que havia circunstâncias atenuantes - a equipe citou um problema no rádio - e agiu para corrigir o erro o mais rápido possível.

Leia também:

F1 confirma uso de combustíveis sustentáveis em 2021 mirando neutralizar emissões de carbono Wolff: F1 pode aprender com exibição de Alonso com carro de 2005 Red Bull não tem planos para buscar novo patrocinador máster após saída da Aston Martin

Mas os comissários solicitaram em seu relatório que a FIA ajustasse os regulamentos esportivos para acomodar tal incidente, que não tinha precedentes na F1.

Na última edição dos regulamentos esportivos da F1, publicada após a reunião do World Motor Sport Council esta semana, foram feitos esclarecimentos às regras relativas ao uso de pneus.

O regulamento atualizado diz: "Qualquer piloto que use um conjunto de pneus de especificações diferentes ou pneus não atribuídos a ele durante a corrida não pode cruzar a linha na pista mais de duas vezes antes de retornar aos boxes e trocá-los por um conjunto de pneus da mesma especificação."

Anteriormente, não havia clareza para incidentes em que um piloto usasse pneus que foram alocados para outro carro, colocando Russell em risco de desclassificação.

O regulamento ainda estabelece que qualquer piloto que não trocar os pneus em três voltas receberá uma penalidade stop and go de 10 segundos.

Outro ajuste relacionado aos pneus no regulamento esportivo é a confirmação de que a Pirelli continuará a fornecer uma quantidade padrão de pneus às equipes para cada corrida, afastando-se das seleções personalizadas que estavam anteriormente em oferta antes de 2020.

As equipes receberão dois conjuntos de duros, três de médios e oito de macios por fim de semana de corrida.

Os regulamentos atualizados também reduzem o tempo máximo de corrida, incluindo bandeiras vermelhas, de quatro para três horas, e aumenta o número de corridas permitidas no campeonato para 23, para refletir o calendário aprovado para o próximo ano.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

GRID 2021 DA F1: VEJA como está a DANÇA das cadeiras após saída de Kvyat e chegada de Tsunoda

Your browser does not support the audio element.