Ferroviária perdeu a chance de complicar bastante o Corinthians

Yahoo Esportes
Gustagol comemora o gol contra a Ferroviária, Empate foi ótimo resultado para o Corinthians. Foto: Célio Messias/Gazeta Press
Gustagol comemora o gol contra a Ferroviária, Empate foi ótimo resultado para o Corinthians. Foto: Célio Messias/Gazeta Press

Comentei Ferroviária e Corinthians. Foi o melhor jogo da abertura das quartas-de-final do Campeonato Paulista. O time de Araraquara tem uma forma e um estilo muito agradáveis, com jogadores que não se “queimam” com a bola e são adaptados a um esquema ambicioso, atacando com velocidade e habilidade. Eu diria que a Ferroviária perdeu a chance de eliminar o Corinthians, porque o resultado lógico seria uma vitória, pelas atuações dos dois times.

Nos 94 minutos, a Ferroviária jogou mais. Envolveu o meio-campo do Corinthians e criou mais incômodo do que o contrário. O meia Tony deu o ritmo no setor, trabalhando a bola com qualidade ao lado de Anderson Uchoa e Léo Artur. O bonito gol de Diogo Matheus traduziu o desempenho superior, naquele momento. No Corinthians, faltou criação. Júnior Urso não teve a movimentação de jogos anteriores e Sornoza foi burocrático. Pedrinho tentava de tudo, mas foi bem marcado. Vágner Love perdeu os duelos para os bons zagueiros Rayan e Rodrigão.

Fábio Carille surpreendeu ao trocar Ralf por Jadson e abrir o time. Chegou ao empate com o bom e iluminado Gustagol, depois de boa jogada de Clayson. O Corinthians aproveitou o erro na saída de bola e buscou a igualdade. Agora, se houvesse merecimento e justiça, a Ferroviária deveria ter vencido.

O técnico Vinícius Munhoz fez jus aos elogios recebidos, mas seu grupo perdeu a grande chance de deixar o Corinthians em situação difícil. Em Itaquera, não vejo o Corinthians deixando passar a oportunidade de vencer, apesar do ótimo trabalho da Ferroviária. O pequeno não pode deixar o gigante sobreviver e foi isso o que aconteceu na Fonte Luminosa.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também