Ferrari faz dobradinha e supera Mercedes no terceiro treino livre na China

Depois de um primeiro dia atrapalhado pela forte neblina que persistiu em aparecer em Xangai, os pilotos da Fórmula 1 finalmente conseguiram acelerar seus potentes carros. Na madrugada deste sábado, o terceiro treino livre para o Grand Prix da China aconteceu sem nenhum problema, e teve a Ferrari como maior destaque. A escuderia italiana fez a dobradinha, com Sebastian Vettel em primeiro e Kimi Raikkonen com o segundo melhor tempo.

No único treino livre com pista seca e condições ideais para acelerar os carros, a Ferrari mostrou estar em sintonia no início desta temporada. A escuderia italiana não teve problemas e colocou seus dois pilotos nas primeiras colocações. O alemão Sebastian Vettel anotou 1min33s336 e fez o melhor tempo do dia. Enquanto seu companheiro, o finlandês Kimi Raikkonen, teve o segundo melhor tempo – 1min33s389.

A Mercedes, que teve Hamilton na pole position no GP da Austrália, o primeiro do ano, não foi tão bem neste sábado. Tanto o finlandês Valtteri Bottas quanto o britânico Lewis Hamilton tiveram problemas durante o treino livre e tiveram desempenho abaixo do esperado pela equipe. Bottas, que substitui o atual campeão mundial Nico Rosberg ficou com o terceiro melhor tempo (1min33s707), enquanto Hamilton marcou o quarto (1min33s879).

Mesmo com as dificuldades e o pouco tempo de treino na última sexta-feira, o brasileiro Felipe Massa, da Williams, havia impressionado. Neste sábado, o brasileiro confirmou o bom desempenho e ficou com a quinta colocação, com o tempo de 1min34s773, a frente de grandes nomes como a dupla de pilotos da Red Bull, Max Verstappen e Daniel Ricciardo.

Os pilotos voltam a acelerar às 04h00 (de Brasília), na madrugada deste sábado. O treino classificatório irá definir a posição dos pilotos no grid de largada do GP da China de Fórmula 1.