Ferrari, McLaren e Renault confirmam que vão apelar sobre decisão da FIA no caso Racing Point

Luke Smith
·2 minuto de leitura

A novela dos dutos de freios da Racing Point, que parecia ter terminado na manhã desta sexta-feira com o veredito da FIA, vai continuar. Após a multa de € 400 mil e a redução de 15 pontos no mundial de construtores da equipe inglesa, outros times, e não só a Renault, não gostaram da punição.

A Ferrari confirmou já nesta noite britânica que deve entrar com um recurso sobre o que foi definido, por acreditar que a penalização foi muito branda, além de permitir que os dutos continuem sendo usados para o restante da temporada. Na sequência, a McLaren também confirmou que fará o mesmo.

Leia também:

F1: FIA dá parecer favorável à Renault e Racing Point perde pontos e leva multa em protesto Racing Point questiona decisão por falta de clareza no regulamento: "Dói e surpreende" FIA planeja proibir cópias no regulamento de 2021, mas Racing Point não terá que abandonar 'Mercedes Rosa'

“Podemos confirmar que acabamos de declarar nossa intenção de apelar contra a decisão dos Comissários da FIA sobre a Racing Point”, diz o curto comunicado.

Várias outras equipes, incluindo a Renault, estão considerando entrar com recursos, enquanto a Racing Point também pensa em contestar a decisão, depois de achá-la "um pouco desconcertante".

“Acreditamos que os regulamentos são claros o suficiente. Olhando para frente, é algo que precisamos esclarecer”, disse Mattia Binotto, chefe da Ferrari.

“Não acho que o veredito de hoje seja suficiente, porque novamente é apenas relativo aos dutos de freio, mas não de todo o conceito.”

"Como Zak (Brown - dirigente da McLaren) disse, acho que é apenas a ponta do iceberg, mas há muito o que discutir mais adiante."

F1 2020: Punição à Racing Point, troca de farpa com Renault e destaques da Inglaterra no SEXTA-LIVRE

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

Your browser does not support the audio element.