CAS suspende médico russo de forma perpétua

Redação Central, 13 mar (EFE).- A Corte Arbitral do Esporte (CAS) suspendeu de forma perpétua, a partir do dia 10 de março, o médico russo Sergei Portugalov por posse, tráfico e administração de substâncias proibidas a atletas da Rússia.

O procedimento de sanção foi aberto pelo CAS, no lugar da Federação Russa de Atletismo, que está suspensa por envolvimento em práticas de doping.

A decisão de declarar Portugalov "não elegível por vida" o impedirá de participar de qualquer atividade esportiva relacionada com o Movimento Olímpico futuramente.

A Federação Internacional de Natação (Fina) também investigou o médico russo, integrante do comitê médico da entidade, após seu nome aparece em informações procedentes do Reino Unido sobre práticas de doping entre nadadores da equipe russa. EFE


Leia também